PUBLICIDADE

Santos / Porto

Anvisa alerta sobre requisitos para embarque em cruzeiros; 25 pessoas foram vetadas por descumprimento

Da Agência Brasil

A Ag√™ncia Nacional de Vigil√Ęncia Sanit√°ria (Anvisa) publicou uma nota hoje (9) na qual alerta sobre os protocolos sanit√°rios que devem ser seguidos por viajantes em cruzeiros. Nela s√£o apresentados os principais requisitos para embarque nesses navios cuja atividade foi retomada recentemente, com a publica√ß√£o da Portaria Interministerial 658 de 2021.

Com a retomada, coube √† Anvisa a defini√ß√£o dos protocolos sanit√°rios para a atividade, de forma a reduzir os riscos de contamina√ß√£o e a dissemina√ß√£o do v√≠rus da Covid-19 nos cruzeiros. ‚ÄúTodos os viajantes devem observar atentamente as regras, documentos e prazos necess√°rios para que tenham o embarque autorizado pelas empresas, que s√£o respons√°veis por garantir o cumprimento das normas‚ÄĚ, diz a nota.

Segundo a ag√™ncia, pelo menos 25 passageiros de navios de cruzeiro n√£o puderam embarcar desde a √ļltima sexta-feira (5) porque n√£o comprovaram ter recebido a vacina√ß√£o completa contra covid-19 ou por n√£o cumprirem o per√≠odo de 14 dias que √© necess√°rio para a vacina gerar imuniza√ß√£o no corpo humano. .

Esse prazo de 14 dias √© definido pelo Programa Nacional de Imuniza√ß√Ķes como necess√°rio para se atingir a melhor imuniza√ß√£o. Para fins de comprova√ß√£o, √© indispens√°vel a apresenta√ß√£o do Certificado Nacional de Vacina√ß√£o contra Covid-19.

Ainda entre os requisitos para embarque est√° a obriga√ß√£o de apresenta√ß√£o de teste do tipo RT-PCR negativo feito at√© 72 horas antes do embarque ou de teste de ant√≠geno feito at√© 24 horas antes do embarque; e o preenchimento de formul√°rio contendo informa√ß√Ķes sobre as condi√ß√Ķes de sa√ļde do viajante.

‚ÄúEsse formul√°rio deve ser apresentado por todos os passageiros, inclusive menores de idade e tripulantes. O respons√°vel pela embarca√ß√£o √© quem ir√° avaliar as informa√ß√Ķes prestadas e poder√° negar o embarque‚ÄĚ, informa a Anvisa. Tamb√©m deve ser feita testagem di√°ria de 10% dos passageiros a bordo e de 10% da tripula√ß√£o. ‚ÄúTestes positivos n√£o poder√£o ser descartados por um segundo teste (contraprova)‚ÄĚ.

Além disso, a lotação máxima da embarcação é limitada a 75% da capacidade de passageiros; e o espaçamento a bordo deve ser de 1,5 metro entre grupos de viajantes (grupo familiar ou grupo de pessoas que viajam juntas).

Toda a tripula√ß√£o a bordo dever√° fazer testagem semanal; e, em casos suspeitos a bordo, as cabines devem ficar isoladas. As embarca√ß√Ķes devem ter tamb√©m seus protocolos aprovados previamente pela Anvisa, al√©m de notificar diariamente a situa√ß√£o de sa√ļde abordo.

Foto: Luigi Bongiovanni