PUBLICIDADE

Santos / Porto

Fretes rodoviários com destino a portos do Brasil caíram 30% entre março e abril, aponta pesquisa

A quantidade média de fretes rodoviários com destino aos portos brasileiros caiu 30% em abril em relação a março, apontou pesquisa realizada pela plataforma de transportes FreteBras com base no movimento observado em Itaguaí (Rio de Janeiro), Suape (Pernambuco), Tubarão (Espírito Santo), Santos (São Paulo), Paranaguá (Paraná) e Rio Grande (Rio Grande do Sul).

De acordo com a pesquisa, o porto mais afetado foi o de Itaguaí, com uma queda de mais de 64% no volume de fretes na comparação. Em seguida aparecem Santos e Tubarão, ambos com redução de quase 60%. No porto de Suape, a diminuição foi de 41%, enquanto Rio Grande e Paranaguá tiveram quedas de 24% e 9%, respectivamente.

“Essa análise nos mostra que realmente estamos diante de um cenário extremamente negativo para as exportações do Brasil. A demanda de transporte para os produtos chegarem aos portos caiu drasticamente em função do coronavírus, em parte explicada por uma redução na demanda internacional e também por uma queda na produção interna”, afirma, em nota, Bruno Hacad, diretor de operações da FreteBras.

Os números foram levantados por meio da plataforma, que possui mais de 390 mil caminhoneiros cadastrados, o que equivale a um terço dos motoristas de carreta do Brasil.

 

Fonte: Abtra – Valor Online

Foto: Tomaz Silva (Agência Brasil)