PUBLICIDADE

Santos / Porto

MSC Splendida volta antes da hora ao Porto de Santos com mais casos de Covid-19

Da Redação

Atualizado às 16h41

O MSC Splendida teve de voltar antes do previsto ao Porto de Santos nesta quinta-feira (30). O motivo é que surgiram mais casos de Covid-19 entre passageiros e tripulantes.

Segundo a Anvisa, foram identificados ao todo 51 tripulantes com teste positivo para Covid-19. Além dos tripulantes, testaram positivo 27 passageiros. Foram identificados, ainda, 54 contactantes, ou seja, pessoas que tiveram contato com casos positivados de Covid-19.

Com o aumento do n√ļmero de casos observado entre tripulantes, nesta ter√ßa-feira (28) foi realizada uma fiscaliza√ß√£o da embarca√ß√£o pela Anvisa e pela Secretaria de Estado da Sa√ļde de Santa Catarina, por meio de sua unidade descentralizada de Vigil√Ęncia Epidemiol√≥gica, componente da Rede CIEVS-SC e Vigil√Ęncias Epidemiol√≥gica e Sanit√°ria do munic√≠pio de Balne√°rio Cambori√ļ. De acordo com a recomenda√ß√£o constante do relat√≥rio investigativo de surto na embarca√ß√£o emitido, ainda no dia 28 de dezembro de 2021, a empresa foi notificada para que fosse realizada a testagem de 100% da tripula√ß√£o.

Todas as 132 pessoas, casos positivos e contactantes, foram desembarcadas de acordo com as regras dispostas na Resolu√ß√£o RDC n¬ļ 574/2021 da Anvisa e com o plano de operacionaliza√ß√£o elaborado pelo munic√≠pio de Santos e pelo estado de S√£o Paulo, que prev√™ o transporte dos viajantes em ve√≠culos espec√≠ficos.

Ap√≥s o desembarque, o monitoramento de todos os viajantes deve ser realizado pelos Centros de Informa√ß√Ķes Estrat√©gicas em Sa√ļde (CIEVs) das localidades de destino.

At√© o momento, n√£o est√£o autorizados novos desembarques ou embarques e o navio deve permanecer atracado em Santos at√© a finaliza√ß√£o da an√°lise dos dados epidemiol√≥gicos pelas autoridades de sa√ļde. A embarca√ß√£o leva cerca de 4 mil pessoas a bordo.

Como foi algo inesperado, o MSC Splendida teve de atracar em frente ao terminal da Suzano, na altura do Estu√°rio, diferentemente do que faria normalmente, quando ficaria no cais da Marinha, no Macuco. No entanto, o MSC Seaside est√° no local.

O MSC Splendida havia deixado Santos na noite de domingo (26). O trajeto inclu√≠a Porto Belo (SC), Balne√°rio Cambori√ļ (SC), Cabo Frio (RJ) e Ilhabela, no Litoral Norte de S√£o Paulo – nesta √ļltima cidade, o navio passaria a virada de ano.

Vale recordar que, no domingo, foram detectados 20 casos positivos a bordo do MSC Splendida, antes da chegada do navio em Santos na mesma data. Segundo a empresa, são 15 passageiros e cinco tripulantes. Neste cruzeiro, o navio transporta 2.549 hóspedes e 1.251 tripulantes. Já de acordo com a Anvisa, tinham sido 19, sendo que um tripulante a menos.

Costa Diadema

Na segunda-feira (27), foi a vez do Costa Diadema. Passageiros e tripulantes que estavam no navio testaram positivo para a Covid-19 no navio. Segundo a Costa Cruzeiros, eles foram imediatamente isolados, assim como os contatos próximos.

A embarcação havia chegado ao Porto de Santos, depois de passar por Salvador e Ilhéus, as duas cidades na Bahia. Ao todo, segundo a Anvisa, foram 13 casos positivos para a Covid-19, sendo 10 cruzeiristas e 3 tripulantes. Todos, de acordo com a empresa, estavam assintomáticos e já desembarcaram em segurança no Porto de Santos nesta segunda, conforme programado.

Os problemas relacionados √† Covid-19, no entanto, n√£o acabaram no Costa Diadema. A Anvisa, em conjunto com t√©cnicos da Secretaria de Sa√ļde do munic√≠pio de Salvador e Estado da Bahia, investiga surto a bordo do navio, atracado na manh√£ desta quinta-feira (30), no Porto de Salvador (BA). Nas √ļltimas 24 horas, foram confirmados 68 casos de Covid-19, sendo 56 entre tripulantes e 12 entre passageiros.

Destaca-se que a Anvisa não autorizou a operação da embarcação em Salvador, estando proibido o embarque e desembarque de viajantes até que seja finalizada a investigação em andamento.

No momento, encontram-se embarcados 1.320 tripulantes e 2.516 passageiros, totalizando 3.836 viajantes. A embarcação é procedente do Porto de Santos e teria Ilhéus, também na Bahia, como próximo porto.

Os casos de Covid-19 em ambas as embarca√ß√Ķes foram detectados ap√≥s a realiza√ß√£o do protocolo de testagem estabelecido pela Resolu√ß√£o da Anvisa, RDC n¬ļ 574, de 2021.

As embarca√ß√Ķes permanecem atracadas nos respectivos portos sob supervis√£o sanit√°ria da Anvisa. Mesmo com o desembarque dos viajantes que testaram positivo e de seus contactantes, diante do aumento dos n√ļmeros de casos de Covid-19 a bordo e a partir da categoriza√ß√£o dos navios quanto ao risco sanit√°rio, a Anvisa adotar√° as medidas previstas nos normativos vigentes, que podem incluir a necessidade de quarentena ou mesmo de suspens√£o das atividades.

Regras para a operação dos navios de cruzeiros

Os cruzeiristas positivados e seus contactantes assinam termo no qual se comprometem a se manter em isolamento e as secretarias de sa√ļde das cidades de destino s√£o alertadas sobre os casos. N√£o √© autorizado o deslocamento por meio de transporte p√ļblico, mas apenas por meio de transporte individualizado, a cargo das operadoras dos cruzeiros ou em carro pr√≥prio do viajante.

Cabe ressaltar que é pré-requisito para embarque, que passageiros e tripulantes, desde que elegíveis, estejam completamente vacinados, apresentem testes negativos para Covid-19 e estejam assintomáticos. Conforme o protocolo vigente, durante a operação dos navios há testagem de pelo menos 10% dos passageiros diariamente, o que tornou possível a detecção dos viajantes assintomáticos.

Anvisa

Anvisa

A ag√™ncia n√£o se pronuncia sobre uma eventual suspens√£o dos cruzeiros mar√≠timos. Segundo ela, a retomada das opera√ß√Ķes de cruzeiros mar√≠timos no Brasil foi autorizada pela Portaria Interministerial CC-PR/MJSP/MS/MINFRA n¬ļ 658, de 2021. Tal compet√™ncia legal √© do grupo interministerial formado pela Casa Civil, pelo Minist√©rio da Sa√ļde, Minist√©rio da Justi√ßa e Seguran√ßa P√ļblica e Minist√©rio da Infraestrutura.

A Portaria interministerial definiu tr√™s condi√ß√Ķes para o in√≠cio das opera√ß√Ķes:

– Defini√ß√£o de protocolo pela Anvisa ‚Äď conforme Resolu√ß√£o RDC n¬ļ 574, de 2021.
– Edi√ß√£o de portaria pelo Minist√©rio da Sa√ļde sobre o cen√°rio epidemiol√≥gico, as situa√ß√Ķes consideradas como surtos de Covid-19 em embarca√ß√Ķes e as condi√ß√Ķes para o cumprimento da quarentena de passageiros e de embarca√ß√Ķes ‚Äď Portaria GM/MS 2.928, de 26 outubro de 2021.
– Elabora√ß√£o de plano local de operacionaliza√ß√£o pelos munic√≠pios que demonstraram interesse em receber as opera√ß√Ķes de cruzeiros.

Foto: Divulgação MSC