PUBLICIDADE

Santos / Porto

Temporada 2021/2022 tem previsão de começar em 5 de novembro no Terminal Concais, no Porto de Santos

Da Redação

Com a retomada da temporada de cruzeiros mar√≠timos ao redor do mundo – inclusive na Am√©rica Latina -, passageiros, tripulantes, empresas transportadoras e v√°rios outros que dependem do setor, aguardam esperan√ßosos pelo an√ļncio da retomada da temporada 2021/2022 no Brasil.

A expectativa √© de que a temporada nacional tenha in√≠cio em 5 de novembro de 2021. A previs√£o √© de que seis lindos navios passem pelo Terminal Concais, no Porto de Santos, percorrendo a costa brasileira at√© meados de abril. Para tanto, √© necess√°rio que a Ag√™ncia Nacional de Vigil√Ęncia Sanit√°ria (Anvisa) bata o martelo sobre os protocolos a serem seguidos. ‚ÄúEstamos otimistas com a temporada de cruzeiros‚ÄĚ, diz Sueli Martinez, Diretora de Opera√ß√Ķes do Concais.

Vale lembrar que em 2019, antes mesmo da obrigatoriedade dos protocolos sanit√°rios, o terminal j√° havia adotado medidas como higieniza√ß√£o, obrigatoriedade do uso de m√°scaras pelos funcion√°rios e dispositivos de √°lcool gel por todo o terminal. Dados do Governo Federal apontam que at√© o final deste ano, 160 milh√Ķes de brasileiros estejam vacinados. Em S√£o Paulo, a previs√£o do Governo do Estado √© de que toda a popula√ß√£o esteja vacinada at√© outubro. ‚ÄúFaremos todos os controles sanit√°rios necess√°rios, pois sabemos da import√Ęncia do nosso setor para a retomada de empregos. Para se ter uma ideia, s√≥ no Porto de Santos, a temporada deve injetar mais de R$ 132 milh√Ķes para a economia de Santos e Regi√£o‚ÄĚ, diz Sueli.

Importante destacar que, historicamente, o navio √© o √ļnico lugar com controle para qualquer tipo de sintomas. ‚ÄúDiariamente, antes da atraca√ß√£o, o navio reporta para a Anvisa todos os passageiros que estiveram no ambulat√≥rio e por quais motivos, justamente para ter o controle de libera√ß√£o do navio‚ÄĚ, explica Sueli e continua. ‚ÄúEm outros eventos como Olimp√≠adas, Copa Am√©rica e estruturas como avi√Ķes, resorts e hot√©is, nunca houve controle de sa√ļde com monitoramento das pessoas que retornam para suas casas. Isso passou a acontecer somente por conta da pandemia‚ÄĚ, destaca.

As grandes armadoras j√° se organizaram e implementaram uma s√©rie de procedimentos para voltarem a realizar seus roteiros com total seguran√ßa. Entre as medidas que est√£o sendo consideradas pela Associa√ß√£o Brasileira de Cruzeiros Mar√≠timos (Clia Brasil), est√£o os testes para detectar a Covid-19 antes do embarque e durante a viagem, a reserva de cabines para poss√≠veis quarentenas, a distribui√ß√£o de pulseiras que detectam aglomera√ß√Ķes e um novo sistema de ventila√ß√£o dentro dos navios. A entidade tamb√©m est√° levantando a possibilidade de limitar a ocupa√ß√£o dos cruzeiros para 70% da capacidade m√°xima. Os terminais de cruzeiros mar√≠timos, como o Concais, tamb√©m adotaram os protocolos adicionados aos dos navios para os embarques e desembarques.

Sem d√ļvida, a expectativa para a temporada √© grande. √Č esperado que 237 mil cruzeiristas embarquem em Santos, ansiosos pela realiza√ß√£o de seu sonho de navegar pelo pa√≠s. ‚ÄúDa mesma forma como todos os outros setores do turismo j√° retomaram as suas atividades, os cruzeiros mar√≠timos dever√£o ser os pr√≥ximos. Sempre prezamos pela seguran√ßa e sa√ļde das pessoas que decidem viajar de navio. Nossa expectativa √© de que esta temporada seja confirmada o quanto antes e que as pessoas possam curtir seu ver√£o em alto mar‚ÄĚ, finaliza.

Foto: Divulgação