PUBLICIDADE

Santos / Porto

Terminal marítimo de passageiros do Mucuripe vai a leilão em 2020

O leil√£o de concess√£o do terminal mar√≠timo de passageiros do Porto do Mucuripe, em Fortaleza, vai ocorrer entre os meses de abril e julho de 2020. A informa√ß√£o foi confirmada pela Companhia Docas do Cear√°, administradora do Porto, ap√≥s o ministro da Infraestrutura, Tarc√≠sio Gomes de Freitas, ter afirmado, ontem (3), em uma rede social, que o Governo Federal vai conceder terminais portu√°rios, come√ßando pela Capital. A medida n√£o afeta as opera√ß√Ķes de carga dos portos.

‚ÄúO Governo de Jair Messias Bolsonaro quer aprimorar a voca√ß√£o de nossos portos para abrir espa√ßo ao turismo n√°utico no Brasil. N√£o faz sentido um dos litorais mais belos do mundo s√≥ receber sete cruzeiros por ano. Queremos autorizar novos terminais de passageiros com investimento privado e vamos come√ßar anunciando em breve o leil√£o de concess√£o do terminal de Fortaleza‚ÄĚ, disse o ministro.

A Companhia Docas afirmou que o processo de arrendamento do terminal mar√≠timo ocorrer√° ap√≥s o leil√£o, cujo edital est√° em fase de elabora√ß√£o no Minist√©rio da Infraestrutura, e deve ser publicado at√© o fim deste ano. J√° o Minist√©rio da Infraestrutura informou que o estudo de viabilidade e o edital para o arredamento j√° foram submetidos ao Tribunal de Contas da Uni√£o (TCU). ‚ÄúT√£o logo tenhamos uma posi√ß√£o da Corte de Contas, este Minist√©rio poder√° definir o cronograma para as pr√≥ximas fases‚ÄĚ.

Cruzeiros

Para Marco Ferraz, presidente da Associa√ß√£o Brasileira de Cruzeiros Mar√≠timos (Clia Brasil), a concess√£o deve atrair mais empresas de cruzeiros ao Cear√°. ‚ÄúSe tiver algu√©m da iniciativa privada desenvolvendo o terminal, que j√° est√° pronto, e que tenha dragagem, pode trazer aten√ß√£o das empresas para avaliarem se daria para fazer roteiros mais longos ou deixar um navio no Nordeste‚ÄĚ, disse.

Segundo ele, a log√≠stica a√©rea tamb√©m √© muito importante para o fortalecimento do setor no Estado. ‚ÄúFortaleza e o Cear√° implementando uma pol√≠tica de maior atra√ß√£o e competitividade pode sim chamar aten√ß√£o de cruzeiros. Por ter uma log√≠stica a√©rea muito mais rica com conex√Ķes tanto da Europa, Estados Unidos, Am√©rica do Sul, e dentro do Brasil, isso ajudaria muito a encher um navio‚ÄĚ, explica.

Fatores

Segundo o secret√°rio do Turismo do Estado, Arialdo Pinho, para alavancar o n√ļmero de cruzeiros no Brasil e no Cear√° √© preciso, al√©m da concess√£o, mais incentivos e di√°logo entre os entes envolvidos. ‚ÄúO porto precisa ter v√°rios fatores para funcionar bem. Se n√£o tiver incentivos (fiscais)n√£o adianta. √Č zero o di√°logo nesse Governo‚ÄĚ, criticou.

Pinho reiterou que a atra√ß√£o de cruzeiros vai depender da qualidade do administrador portu√°rio. ‚ÄúN√≥s temos conversado com o segmento de estaleiros, mas eles precisam acreditar mais no Pa√≠s. N√≥s temos um bom di√°logo com o presidente da Clia (Marco Ferraz). Eu luto h√° muito tempo por uma linha nacional, que saia do Nordeste e v√° at√© Santos‚ÄĚ.

De acordo com o secret√°rio, as negocia√ß√Ķes do Estado com setores ligados aos cruzeiros √© para uma rota, ligando Santos, Rio de Janeiro, Salvador, Recife e Fortaleza. ‚ÄúDe seis a oito vezes por ano, uma viagem de sete dias. A pessoa chegaria de navio e retornaria de avi√£o. A ideia √© fazer um combinado. Eles (empresas de cruzeiros) sonham com isso, mas t√™m muitas vari√°veis. N√£o depende s√≥ de um porto. As praticagens s√£o muito caras e tudo isso √© um grande desafio‚ÄĚ.

 

Fonte: Portos e Navios

Foto: Divulgação