PUBLICIDADE

Dicas de Português

A etimologia da palavra natal. Por que nascer?

Da convic√ß√£o religiosa ao simples interesse pelo feriado, pela comida ou presente. Na cultura ocidental, muito se fala nesta √©poca do ano sobre Jesus. Discute-se de tudo um pouco, mas a maioria se esquece de uma dica t√£o simples quanto importante logo no in√≠cio de sua narrativa: nascer. 

Ele poderia ter sido feito de barro (como na vers√£o Ad√£o e Eva); poderia ter sido conduzido por uma cegonha (como na vers√£o infantil) ou muitas outras possibilidades. Mas n√£o. N√£o mesmo. Ele nasceu. 

Hoje, h√° quem espere pela cegonha das circunst√Ęncias para ser condizido a uma vida melhor. H√° quem espere por um amor ou por algu√©m para que do barro lhe crie uma uma vida perfeita. E h√° aqueles que preferem, de fato, interferir na exist√™ncia. Preferem nascer. 

Nascer √© assumir responsabilidade com a vida. √Č n√£o transferir a incumb√™ncia de sua felicidade a outro. Nascer √© entrar em uma nova realidade, com uma ajuda, com uma atitude, com uma palavra ou, √†s vezes, com sua simples presen√ßa. 

Da forma Latina nńĀtńĀlis, a palavra “natal” relaciona-se, em sua origem, ao verbo nńĀscor (nńĀsceris, nńĀscńę, nńĀtus sum) cujo significado √©… NASCER!.

Quando passamos por uma grande dor e somos capazes de erguer os olhos, pois algu√©m precisa e n√≥s, estamos nascendo. 

Quando perdoamos algu√©m que nos magoou, mesmo sem o outro reconhecer ou perceber o erro, neste momento estamos nascendo. 

Quando voc√™ busca prazer no que faz, em vez de s√≥ tentar fazer o que lhe d√° prazer, certamente voc√™ est√° nascendo. 

Quando algu√©m se torna uma grande pedra em seu caminho e o obriga a elevar-se para transp√ī-la, substituir o rancor por gratid√£o √© nascer.

N√£o se esque√ßa de que os bons crescem com o desafio, mas as pedras geralmente afundam ou ficam no mesmo lugar. 

Ela √© uma boa esposa. Ele √© um bom pai. Aquele √© um bom porteiro. Referir-se √†s pessoas por suas qualidades em vez de comentar seus defeitos √© nascer. 

Todos n√≥s esperamos mais dos outros do que eles podem dar. Logo, em algum momento, todos n√≥s decepcionamos algu√©m. Reconhcer o ponto de vista do outro em vez de criar uma vers√£o confort√°vel a si mesmo √© nascer. 

Dizer “obrigado por sua amizade”, ainda que distante; agradecer uma oportunidade de trabalho, ainda que n√£o se ganhe t√£o bem. Dizer “nem sempre concordo com o que voc√™ diz, mas amo voc√™ mesmo assim”. Isso √© nascer. 

Ajudar o desconhecido. Fazer o bem para al√©m dos seus. 

√Č Natal. Fa√ßa a festa. Mas n√£o deixe de fazer NASCER algo bom em sua vida!

descricao-dicas-portugues-romulo-bolivar