PUBLICIDADE

Estado / S√£o Paulo

Chegam a SP insumos para produzir 8,7 milh√Ķes de doses da CoronaVac

Da Redação

Chegou na manhã desta quarta-feira (10) o segundo lote do ano de matéria-prima para a produção nacional da vacina contra o coronavírus, desenvolvida em parceria internacional com a biofarmacêutica Sinovac.

A carga, que saiu da China na ter√ßa (9), chegou ao Aeroporto Internacional de Guarulhos √†s 7h20, trazendo 5,6 mil litros de IFA (Insumo Farmac√™utico Ativo) que permite a produ√ß√£o de 8,7 milh√Ķes de doses na f√°brica do Butantan.

No √ļltimo dia 4, o Butantan recebeu um carregamento com 5,4 mil litros de IFA para a produ√ß√£o de 8,6 milh√Ķes de doses que, segundo o governo de S√£o Paulo, come√ßam a ser entregues no final de fevereiro. Ap√≥s a produ√ß√£o local, as vacinas passam por rigorosa inspe√ß√£o de controle de qualidade antes da libera√ß√£o para uso no SUS (Sistema √önico de Sa√ļde).

O Butantan também já solicitou uma nova remessa de 8 mil litros de IFA para a Sinovac. O objetivo é acelerar ainda mais a produção de novas vacinas na capital paulista.

At√© agora, o Governo de S√£o Paulo e o Butantan j√° entregaram 9,8 milh√Ķes de vacinas ao Minist√©rio da Sa√ļde, que coordena o PNI (Programa Nacional de Imuniza√ß√Ķes). Em janeiro, foram 6 milh√Ķes no dia 17, outras 900 mil no dia 22 e mais 1,8 milh√£o no dia 29. No dia 5 de fevereiro, outras 1,1 milh√£o de doses.

O atual acordo entre o Butantan e o Minist√©rio da Sa√ļde prev√™ a entrega de 46 milh√Ķes de doses at√© o final de abril, al√©m de outras 54 milh√Ķes de vacinas com prazo a definir.

O Butantan tamb√©m negocia com a parceira chinesa a libera√ß√£o de 20 milh√Ķes de doses extras para garantir a vacina√ß√£o de toda a popula√ß√£o adulta do Estado.

Foto da capa: Divulgação/Governo de São Paulo