PUBLICIDADE

Região / Cotidiano

Cresce a procura por imóveis novos no Litoral

Da Revista Mais Santos

Levantamento realizado pelo Apto, plataforma que conecta potenciais compradores de imóveis novos a construtoras e empreendimentos em todo o Brasil, revela que houve um aumento de 21,6% na busca por apartamentos novos no Litoral, entre agosto de 2020 e janeiro último, valor maior até do que em relação à Capital, em que as buscas aumentaram em 17%.

“Com o home office, muitas famílias começaram a pensar onde gostariam de morar de verdade, principalmente para ter mais lazer e qualidade de vida. As cidades de praia propiciam diversão ao ar livre, o que é super valorizado hoje em dia. No Estado de São Paulo, o destaque é Santos, em que as buscas por apartamentos novos cresceram 38,9%. É uma cidade grande e com infraestrutura, mas que prioriza uma rotina mais leve”, analisa Alex Frachetta, CEO do Apto.

O Interior do Estado também tem sido bastante procurado. Segundo a plataforma, houve um aumento de 38,3% na busca por apartamentos novos, com destaque para Jundiaí, que cresceu 47,5%. “É interessante notar essa movimentação para o Interior também, porque muitas famílias querem tranquilidade e segurança. Ainda não sabemos se o home office é uma prática que veio para ficar, mas comprar um imóvel no Interior ou na praia, pode se tornar um investimento no futuro, mesmo que a pessoa opte por voltar para a Capital mais para frente”, explica Alex.

O aumento de buscas por imóveis novos reflete o cenário de recuperação econômica que o País está vivendo nesses últimos meses. De acordo com a Secovi-SP, a Capital fechou 2020 com a comercialização de 51.417 unidades residenciais novas, número 4,5% superior ao registrado em 2019. “O crescimento da demanda por imóveis novos, reflete que as pessoas estão aproveitando a oportunidade, com taxas menores e melhores condições de financiamento, para concretizar o sonho de um imóvel maior ou ainda em um lugar com mais qualidade de vida”, conclui o empresário.

Comportamento
Outra pesquisa, agora do aplicativo da Newcore, mostra que de cada 100 imóveis procurados no Estado, em janeiro de 2020, apenas 17 eram no Litoral; em dezembro, foram 24. Na Capital, demanda caiu de 40 para 29, no mesmo período.

“Percebemos que o modo de buscar imóvel, de morar, das pessoas já mudou em virtude do que se mostra no novo comportamento de vida e trabalho que não depende – e quem sabe não vá mais depender – de grandes deslocamentos”, aponta Luiz Moraes, CEO da Newcore.

“Essa mudança no perfil de demanda reflete basicamente um dos efeitos do isolamento, que foi a adoção do home office e a necessidade de mais espaço e conforto em casa. Essas mudanças devem deixar um legado daqui para frente, mesmo após o fim da pandemia”, acrescenta Arthur Nasser, co-fundador do aplicativo.

Leia a reportagem completa na edição desta semana da revista Mais Santos (clique aqui).

Foto da capa: Divulgação