PUBLICIDADE

Regi√£o / Cotidiano

Prefeito de Guarujá e secretário de Educação são levados para CDP de São Vicente

Da Redação

O prefeito de Guarujá, Válter Suman, e o secretário de Educação do município, Marcelo Nicolau, foram levados para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de São Vicente. Eles deixaram a sede da Polícia Federal em Santos no final da tarde desta quarta-feira (15). Eles não estavam algemados. Está prevista uma audiência de custódia nesta quinta-feira (16).

Durante o dia, a PF cumpriu mandados de busca e apreens√£o, por conta de investiga√ß√£o sobre desvio de recursos do sistema √ļnico de Sa√ļde (SUS). Em nota, a Pol√≠cia Federal afirma que ‚ÄúA Opera√ß√£o da PF deflagrada hoje em Santos est√° sob segredo de justi√ßa‚ÄĚ.

Na noite desta quarta-feira, a Prefeitura de Guarujá emitiu nota a respeito da operação da Polícia Federal. Confira a íntegra, divulgada em forma de itens:

“1 – Conheceu o teor das investiga√ß√Ķes apenas a partir de informa√ß√Ķes veiculadas pela imprensa, tomando conhecimento de que se trata de den√ļncia acerca da gest√£o dos contratos que o Munic√≠pio manteve com a Organiza√ß√£o Social (OS) Pr√≥ Vida, que, at√© mar√ßo √ļltimo, geria 15 Unidades de Sa√ļde da Fam√≠lia e a UPA Dr. Matheus Santamaria (UPA Rodovi√°ria).

2 – A Prefeitura refor√ßa que os contratos em quest√£o sofreram interven√ß√£o municipal decretada pelo prefeito V√°lter Suman, baseada em suspeitas de irregularidades e m√° gest√£o por parte da OS, que iam desde o n√£o pagamento de sal√°rios, verbas rescis√≥rias e fornecedores at√© falhas nas presta√ß√Ķes de contas e perigo de desassist√™ncia ao p√ļblico.

3 – Como n√£o havia atendimento √†s notifica√ß√Ķes emitidas constantemente pela Secretaria Municipal de Sa√ļde, o prefeito decidiu pela interven√ß√£o, processo que culminou com a desqualifica√ß√£o da OS, decretada em julho, seguida por uma a√ß√£o civil p√ļblica oferecida pelo Munic√≠pio ao Judici√°rio, na qual √© requerida, inclusive, ressarcimento de valores pela OS aos cofres p√ļblicos.

4 – Durante todo esse tr√Ęmite, a Prefeitura manteve constante di√°logo com o Minist√©rio P√ļblico do Estado de S√£o Paulo, comunicando, o tempo todo, as medidas que seriam adotadas.

5 – Por fim, a Prefeitura de Guaruj√° informa que est√° colaborando com as investiga√ß√Ķes, fornecendo documentos e informa√ß√Ķes solicitados pelos agentes da Pol√≠cia Federal e aguarda, resiliente, que sejam feitos os devidos esclarecimentos que demonstrar√£o a lisura e austeridade de todo o processo que envolve as apura√ß√Ķes a respeito da desastrosa gest√£o das unidades de sa√ļde por parte da Organiza√ß√£o Social Pr√≥ Vida.”

Foto: Reprodução/TV