PUBLICIDADE

Regi√£o / Economia

PG celebra liberação das obras no Complexo Andaraguá, com geração de 17 mil empregos

Da Redação

As obras de implantação do Complexo Empresarial e Aeroportuário Andaraguá, em Praia Grande, poderão ser retomadas em breve. O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) revalidou a licença prévia técnica para a construção do empreendimento, que deverá gerar até 17 mil empregos diretos, além dos indiretos.

‚ÄúA implanta√ß√£o do Complexo Andaragu√° em Praia Grande provoca uma mudan√ßa em toda a Regi√£o e impacta positivamente neste momento em que a economia busca uma retomada. Al√©m disso, esse empreendimento traz uma nova voca√ß√£o econ√īmica para a Baixada Santista. Trata-se de uma luta de mais de 16 anos e estamos muito felizes por este resultado positivo. Essa obra trar√° milhares de empregos e oportunidades para a popula√ß√£o do Munic√≠pio e da Baixada‚ÄĚ, declarou a prefeita de Praia Grande, Raquel Chini.

A decis√£o do TJ-SP ocorreu de forma un√Ęnime, por 3 votos a zero. Assim que a nova decis√£o judicial for publicada ser√° liberado o retorno das obras do Complexo. ‚ÄúA Administra√ß√£o Municipal se coloca √† disposi√ß√£o do empreendedor para que possamos trabalhar em parceria. A sociedade ganha com isso. A implanta√ß√£o do Complexo Andaragu√° colocar√° o Munic√≠pio e a Regi√£o como refer√™ncia em todo o Pa√≠s, com potencial para atrair mais investidores, empresas e gerar ainda mais empregos‚ÄĚ, disse a prefeita.

O diretor-executivo do empreendimento, Andr√© Ursini, explicou que a primeira fase da obra realizada foi a supress√£o da vegeta√ß√£o. A partir de agora ser√° a vez da terraplanagem da √°rea. ‚ÄúAp√≥s trabalho minucioso do Tribunal de Justi√ßa sobre Praia Grande e Baixada Santista, o impacto social e econ√īmico e a import√Ęncia do empreendimento para a Regi√£o, a decis√£o foi tomada. Durante toda a formata√ß√£o do projeto a preocupa√ß√£o com a quest√£o ambiental, com √≠ndice de preserva√ß√£o acima do previsto em legisla√ß√£o‚ÄĚ, comentou.

Empreendimento 

O Complexo Empresarial e Aeroportu√°rio Andaragu√° √© uma obra de iniciativa da empresa ICIPAR‚Äď Empreendimentos e Participa√ß√Ķes Ltda, que pertence ao Grupo Sonda. O principal objetivo do complexo √© concentrar mais de 200 empresas de diversos segmentos n√£o poluentes em um local onde possam ter acesso f√°cil √†s importa√ß√Ķes e exporta√ß√Ķes. A expectativa √© a cria√ß√£o de 17 mil empregos diretos e indiretos com o funcionamento do complexo.

O empreendimento fica no Bairro Andaragu√°, que foi escolhido por sua localiza√ß√£o estrat√©gica, √† beira de uma rodovia e pr√≥ximo de uma linha f√©rrea, distante apenas 17 quil√īmetros do Porto de Santos. O aer√≥dromo √© financiando pela empresa ICIPAR e trar√° pouco impacto a popula√ß√£o local, uma vez que, cada decolagem durar√° cerca de sete minutos, sendo atendidas seis aeronaves diariamente.

Dados

O terreno tem 12 milh√Ķes de metros quadrados. Deste total, 70% deve ser preservado e 30% destinado √† constru√ß√£o. Est√£o previstos mais de 200 galp√Ķes de 10 mil metros quadrados cada para a instala√ß√£o de empresas de com√©rcio exterior. O projeto do aer√≥dromo j√° foi aprovado pela Ag√™ncia Nacional de Avia√ß√£o Civil (ANAC). A pista dever√° ter 2.600 metros de comprimento, o que possibilita que avi√Ķes de grande porte possam operar no local.

Foto: Divulgação/PMPG