PUBLICIDADE

Regi√£o / Meio Ambiente

Guarujá institui a APA Serra de Santo Amaro e abre caminho para criação de corredor ecológico

Da Redação

A Prefeitura de Guaruj√° est√° instituindo uma nova √Ārea de Prote√ß√£o Ambiental na Cidade, a APA Serra de Santo Amaro. Fruto de intensas discuss√Ķes, a nova APA acaba de ser formalizada pelo decreto municipal 14.365, assinado pelo prefeito V√°lter Suman e publicado na edi√ß√£o desta quarta-feira (30) do Di√°rio Oficial do Munic√≠pio, dia em que a cidade completa 87 anos de emancipa√ß√£o pol√≠tico-administrativa.

A nova APA abre caminho para a criação do inédito corredor ecológico, que será possível com a junção desta com a APA da Serra do Guararu, já criada em 2012.

Com a cria√ß√£o da nova APA, quase 50% de todo o territ√≥rio do Munic√≠pio torna-se √°rea de prote√ß√£o ambiental e manejo sustent√°vel. Ela √© a mais extensa da Cidade, cobrindo bairros como Ast√ļrias, Pitangueiras e Enseada, chegando pr√≥ximo ao Perequ√™, e partindo por todos os bairros de Vicente de Carvalho at√© chegar √† regi√£o da Base A√©rea.

A institui√ß√£o da unidade de conserva√ß√£o √© realizada ap√≥s a conclus√£o, apresenta√ß√£o e aprova√ß√£o dos estudos t√©cnicos, conduzidos pelo Instituto de Pesquisas Tecnol√≥gicas (IPT), focados no cumprimento das exig√™ncias legais e com uma proposta socioambiental inovadora, que visa colocar o interesse p√ļblico acima de todo o processo, em concord√Ęncia com um projeto de desenvolvimento sustent√°vel.

“S√£o espa√ßos de enorme diversidade de esp√©cies da Mata Atl√Ęntica, restingas, manguezais e outras forma√ß√Ķes. O processo de desenvolvimento precisa ocorrer de forma sustent√°vel e com o devido cuidado para preserva√ß√£o de nossos ricos biomas”, coloca o secret√°rio de Meio Ambiente, Sidnei Aranha.

Corredor ecológico: o que falta?

O corredor ecológico ou corredor de biodiversidade consiste na união de unidades de conservação separadas por interferência humana. Ele promoverá uma ligação segura para o deslocamento de animais, ampliação da cobertura vegetal e redução dos impactos da fragmentação aos ecossistemas. A ideia é conciliar a conservação da biodiversidade e o desenvolvimento da região.

A formação definitiva do Corredor Ecológico de Guarujá depende agora da definição do plano de manejo da nova APA, a da Serra de Santo Amaro, que só pode ser concluído após sua criação formal.

APA Serra do Guararu: eficiência comprovada

Criada em 2012, a APA da Serra do Guararu, que compreende toda a regi√£o do Perequ√™, pr√≥ximo √† divisa com Bertioga, em √°rea conhecida como Rabo do Drag√£o. Em 2018, foi reconhecida pelo ICLEI, entidade ligada √† Organiza√ß√£o Das Na√ß√Ķes Unidas (ONU), como exemplo em efici√™ncia de governan√ßa, sendo classificada como a terceira melhor do Brasil.

√ďrg√£o importante para a institui√ß√£o da Serra do Guararu, tamb√©m foi incentivador da cria√ß√£o da unidade de conserva√ß√£o da Serra de Santo Amaro. O Instituto de Seguran√ßa Socioambiental (ISSA) foi quem apresentou o primeiro esbo√ßo disso em 2019, durante a Confer√™ncia Municipal de Meio Ambiente.

“A propositura foi prontamente absorvida pela administra√ß√£o municipal, ao entender que a cria√ß√£o dessa √°rea protegida seria um eficaz mecanismo para permitir o desenvolvimento sustent√°vel, sem impactar as atividades econ√īmicas e sociais e ao mesmo tempo possibilitar uma gest√£o compartilhada do territ√≥rio”, lembra Jo√£o Leonardo Mele, diretor-presidente do ISSA.

Foto: Helder Lima/Divulgação Prefeitura Municipal de Guarujá