PUBLICIDADE

Região / Polícia

Médico nega atendimento a criança e é gravado mostrando o dedo do meio

A situação aconteceu no pronto-socorro de Vicente de Carvalho, em Guarujá. A madrinha levou o menino de quatro alunos, com dores e vomito,  até a unidade. No primeiro atendimento realizado a criança recebeu a pulseira verde, que não indica  a necessidade de emergência

Na fila, ele teria piorado. As pessoas que aguardavam atendimento estavam na fila permitiram que o menino passasse na frente dos demais e fosse atendido primeiro. A situa√ß√£o incomodou o profissional de sa√ļde, que negou atendimento e pediu que a acompanhante e a crian√ßa sa√≠ssem da sala.

No consultório a mulher discutiu com o médico, e gravou a reação do profissional que, em certo momento, mostra o dedo do meio. O menino só foi  atendido  após intervenção de uma policial militar que estava no local.

Em nota a secretaria de Sa√ļde de Guaruj√° informa que o paciente recebeu todo o atendimento necess√°rio na unidade e apuram a conduta do profissional. De acordo com a pasta ap√≥s os pacientes passarem novamente por uma classifica√ß√£o de risco, onde √© feito prioriza√ß√£o do atendimento na ordem de amarelo, verde e azul.

No entanto, caso um paciente piore enquanto aguarda atendimento m√©dico, o enfermeiro da classifica√ß√£o reavalia a situa√ß√£o e o acompanha, direcionando-o, se necess√°rio, para ser atendido com prioridade pelo m√©dico. Um boletim de ocorr√™ncia foi registrado no 2¬į DP do munic√≠pio.