PUBLICIDADE

Região / Polícia

Região de Santos e Vale do Ribeira reduz roubos e furtos de veículos em setembro, diz SSP

Da Redação

A regi√£o de Santos e Vale do Ribeira terminou o m√™s de setembro com redu√ß√£o nos roubos e furtos de ve√≠culos e nos roubos em geral. Os indicadores de roubo a banco e de extors√£o mediante sequestro permaneceram est√°veis, sem o registro de ocorr√™ncias.As informa√ß√Ķes s√£o do balan√ßo mensal divulgado pela Secretaria de Seguran√ßa P√ļblica (SSP) do Estado.

Os roubos de ve√≠culo tiveram a menor quantidade da s√©rie hist√≥rica, iniciada em 2001. Se comparado o nono m√™s de 2019 ao de 2020, o n√ļmero passou de 92 para 65 ‚Äď diferen√ßa de 27 registros e queda de 29,3%. Os roubos em geral tamb√©m ca√≠ram no per√≠odo. Esse indicador passou de 1.128 para 891 ‚Äď 237 a menos.

Nos furtos de ve√≠culos, por sua vez, o recuo foi de 44,7%, passando de 226 em setembro de 2019 para 125 em igual m√™s deste ano. A quantidade √© a menor da s√©rie. No per√≠odo houve um roubo de carga a mais ‚Äď passou de 11 para 12. Em contrapartida, pela quarta vez consecutiva n√£o foram contabilizados registros de roubo a banco e pela 18¬™ vez na s√©rie n√£o houve ocorr√™ncias de extors√£o mediante sequestro.

Outros indicadores

No nono m√™s do ano foram registrados 61 boletins de natureza estupro na regi√£o, assim como em igual per√≠odo do ano anterior. Resultado semelhante foi registrado em rela√ß√£o aos homic√≠dios dolosos. O n√ļmero de casos permaneceu est√°vel, com dez registros. Contudo, o n√ļmero de v√≠timas desse crime passou de dez para 11.

Com isso, as taxas dos √ļltimos 12 meses (de outubro de 2019 a setembro de 2020) ficaram em 6,02 casos e 6,73 v√≠timas de morte intencional para cada grupo de 100 mil habitantes. Houve uma ocorr√™ncia e uma v√≠tima a mais de latroc√≠nio em setembro, na regi√£o. Em igual m√™s do ano passado n√£o foram contabilizados boletins dessa modalidade criminosa.

Produtividade

O trabalho das pol√≠cias paulistas na regi√£o de Santos e Vale do Ribeira, no nono m√™s do ano, resultou em 909 pris√Ķes e na apreens√£o de 71 armas de fogo ilegais. Tamb√©m foram registrados 224 flagrantes por tr√°fico de entorpecentes.