PUBLICIDADE

Região / Trânsito

São Vicente realiza consulta pública sobre o Plano de Mobilidade nesta quinta

Da Redação

São Vicente inicia uma nova etapa da construção do Plano de Mobilidade, em parceria com a população vicentina. A consulta pública será realizada nesta quinta-feira (22), às 19h, pelos perfis oficiais da Prefeitura no Youtube e Facebook.

Sendo um importante espaço de participação social, a consulta pública compõe o diagnóstico participativo, que consiste em uma complementação ao diagnóstico e à pesquisa de mobilidade. Qualquer morador de São Vicente pode participar, mandando suas dúvidas ou sugestões para melhoria da mobilidade urbana.

“As estratégias desenvolvidas para obter as informações dos moradores do Município partem da praticidade de cadastrar informações de maneira anônima e/ou voluntária”, disse o secretário de Projetos Especiais, Alexsandro Ferreira.

O link da plataforma será disponibilizado durante a live de abertura da consulta pública e permanecerá aberto durante sete dias.

PlanMob

O projeto foi iniciado em julho de 2020, mas não teve as etapas de processo participativo e pesquisa de mobilidade urbana realizadas. No começo do ano, a Prefeitura deu o pontapé para retomar as conversas e iniciar a comunicação com a população para realizar o levantamento.

A empresa que está elaborando o projeto, em parceria com a Secretaria de Projetos Especiais (Sepes), é a TcUrbes, que já realizou trabalhos semelhantes em outras cidades como, Ilhabela, Itu, Taubaté, Ilha Comprida e também no Campus da Universidade de São Paulo (USP), na capital de São Paulo.

O projeto é financiado pela Agência Metropolitana da Baixada Santista (AGEM), sendo obrigatório para municípios com mais de 20 mil habitantes, que integram regiões metropolitanas e aglomerações urbanas, e aqueles que se encontram em áreas de especial interesse turístico ou de significativo impacto ambiental.

O plano visa diagnosticar gargalos no trânsito, falta de acessibilidade na Cidade, situações relacionadas à falta ou ao mau planejamento de ciclovias, deficiência no transporte público nos horários de pico, tempo de trajeto, entre outros pontos relacionados à locomoção dos moradores.

“A Prefeitura precisa dessas informações para trabalhar pela melhoria do sistema de transporte em São Vicente, por isso é imprescindível que uma parcela significativa da população participe e fale sobre os problemas que enfrenta na mobilidade urbana”, afirma o prefeito Kayo Amado.