PUBLICIDADE

Santos / Cotidiano

Em entrevista exclusiva, prefeito Rogério Santos fala sobre a Santos de 2022

Por Anderson Firmino, Silvia Barreto e Ted Sartori
Da Revista Mais Santos

A cidade que tem como lema e voca√ß√£o inscritos em sua bandeira: ‚ÄúTerra da caridade e da liberdade‚ÄĚ celebra mais um anivers√°rio nesta semana. O dia 26 de janeiro √© reverenciado por aqueles que amam e projetam uma cidade melhor, a cada ano, at√© por suas refer√™ncias – dentre elas ser corredor da riqueza nacional e ber√ßo de tantos santistas de sucesso pelo mundo afora.

A reportagem da Revista Mais Santos traz entrevista exclusiva com o prefeito Rogério Santos sobre temas variados e, principalmente, a projeção de desenvolvimento da cidade no ano em que marca o Bicentenário da Independência do Brasil, cujo protagonista maior é o santista e herói nacional José Bonifácio de Andrada e Silva.

O prefeito, no entanto, não participará da programação de aniversário de Santos em razão de ter testado positivo para a Covid-19. A entrevista aconteceu dias antes do diagnóstico.

REVISTA MAIS SANTOS – Como Santos est√° projetada para 2022 em termos de projetos e conquistas? O que pode ser destacado?

ROG√ČRIO SANTOS- Estamos trabalhando a Cidade como um todo. Mesmo durante o auge da pandemia, direcionando esfor√ßos para o combate √† Covid-19, n√£o deixamos de trabalhar em importantes obras e projetos. Planejamos, iniciamos e tamb√©m demos continuidade a a√ß√Ķes muito importantes para Santos nos campos da habita√ß√£o, turismo, sa√ļde, em infraestrutura urbana, drenagem, conten√ß√£o de encostas nos morros e gera√ß√£o de emprego e renda. Digo que n√£o h√° cidade pronta, e que o Poder P√ļblico deve sempre estar atento √†s demandas da popula√ß√£o para atend√™-las em sintonia com os anseios da sociedade. Estamos fazendo isso.

Neste primeiro ando de governo, destaco a assinatura do Termo de Responsabilidade de Implanta√ß√£o de Medidas Mitigadoras e/ou Compensat√≥rias (Trimmc) com a Brasil Terminal Portu√°rio (BTP) para o in√≠cio da constru√ß√£o da primeira policl√≠nica do Dique da Vila Gilda e amplia√ß√£o do Centro da Juventude da Zona Noroeste, um investimento estimado de R$ 5 milh√Ķes. Todos os esfor√ßos para a revitaliza√ß√£o do Centro Hist√≥rico, com a instala√ß√£o de pr√©dios residenciais com apartamentos retrofit, recupera√ß√£o do Mercado Municipal, obras da nova linha do VLT em andamento, calend√°rio de eventos controlados e a c√©u aberto, revitaliza√ß√£o de im√≥veis como a Casa do Trem B√©lico e Outeiro de Santa Catarina, a instala√ß√£o da Delegacia Regional de Ensino e de universidade p√ļblica no bairro, que juntas somam mais de 1300 pessoas circulando diariamente na regi√£o neste 2022.

Al√©m disso, investimos mais de R$ 60 milh√Ķes em obras de drenagem e conten√ß√£o de encostas nos morros, tendo em vista os efeitos das mudan√ßas clim√°ticas em todo o Planeta, que t√™m provocado o aumento do volume das chuvas e mar√©s. Demos in√≠cio √†s obras da primeira esta√ß√£o elevat√≥ria da Zona Noroeste, no final da Avenida Haroldo de Camargo, via que foi completamente reformada. Um investimento de R$ 37,5 milh√Ķes que come√ßa a resolver o problema dos alagamentos naquela regi√£o. As licita√ß√Ķes para a constru√ß√£o de outras duas esta√ß√Ķes elevat√≥rias na Zona Noroeste tamb√©m est√£o em curso.

No fim do ano passado, o Go- verno do Estado de S√£o Paulo anunciou investimentos de R$ 340 milh√Ķes para mais obras na Cidade. Os trabalhos, com previs√£o de entrega at√© novembro de 2024, abrangem a segunda fase do Sistema Bin√°rio da Nova Entrada de Santos, que prev√™ a remodela√ß√£o de trecho da Via Anchieta (entre os quil√īmetros 59 e 65), incluindo melhorias no sistema de drenagem, com a constru√ß√£o de uma esta√ß√£o elevat√≥ria para capta√ß√£o das √°guas pluviais, e a restaura√ß√£o do pavimento da SP 148, sob administra√ß√£o do DER (Departamento de Estradas de Rodagem).

Outras três obras, com entregas previstas para o final de 2023, fazem parte dessa fase do projeto: um viaduto no Km 63, o alargamento de ponte sobre o Rio Casqueiro, com a implantação de duas faixas, e duas passarelas também no km 63.

Neste m√™s de janeiro, tamb√©m assinamos financiamento de R$ 78 milh√Ķes com a Caixa Econ√īmica Federal em obras de infraestrutura e saneamento em diversas regi√Ķes da Cidade, com foco principal na Zona Noroeste e regi√£o dos Morros. A Secretaria de Servi√ßos P√ļblicos receber√° R$ 35 milh√Ķes para obras de pavimenta√ß√£o, drenagem, estabiliza√ß√£o de encostas, reurbaniza√ß√£o de escadarias dos morros, entre outras melhorias. Os outros R$ 43 milh√Ķes ser√£o utilizados pela Secretaria de Infraestrutura e Edifica√ß√Ķes em obras maiores de conten√ß√£o e drenagem, al√©m de outras interven√ß√Ķes.

Habitação: ainda é um setor desafiador. Quais os investimentos previstos para a população santista?

√Č nosso compromisso oferecer habita√ß√£o digna aos santistas. N√£o se trata apenas de moradia, mas de um conjunto de a√ß√Ķes que envolve acesso a servi√ßos como saneamento, educa√ß√£o, sa√ļde, esporte, lazer, seguran√ßa, gera√ß√£o de renda e capacita√ß√£o profissional. O que buscamos √© um modelo sustent√°vel para as pessoas que est√£o em situa√ß√£o de vulnerabilidade, para que tenham acesso a oportunidades de desenvolvimento pessoal e profissional, √† cidadania. De acordo com o Plano de Metas da Prefeitura de Santos para 2021-2024, a previs√£o √© construir 3 mil unidades habitacionais.

Este ano, por meio da Cohab Santista, entregaremos o conjunto habitacional Tancredo Neves III, com 1.120 apartamentos. O empreendimento, localizado em S√£o Vicente, atender√° fam√≠lias de √°reas de risco socioambiental de Santos. Tamb√©m temos em obras, atualmente, um total de 140 unidades habitacionais, com outras 874 unidades em fase de licita√ß√£o, o que totaliza 1.014 unidades. Estas unidades s√£o relativas aos empreendimentos Bananal ‚Äď Caneleira (140 unidades, em obra), Prainha II ‚Äď R√°dio Clube (574 unidades, em licita√ß√£o) e Jabaquara (300 unidades, em licita√ß√£o).

Neste 2022 tamb√©m lan√ßamos as licita√ß√Ķes para a constru√ß√£o de 86 unidades habitacionais no modelo retrofit, no Centro de Santos, o que √© parte do projeto de revitaliza√ß√£o desta importante regi√£o da Cidade. Tratam-se dos empreendimentos Santos AD ‚Äď Retrofit ‚Äď pr√©dio do antigo Ambesp (36 unidades) e Santos I ‚Äď Paquet√° (50 unidades).

Outras 874 unidades est√£o conveniadas com o Governo do Estado para os seguintes empreendimentos: tr√™s faixas da Codesp – Vila Mathias e Paquet√° (604 unidades); Caruara (120 unidades); Mantiqueira (150 unidades); Vila Sapo (136 moradias). Ainda h√° 1.048 unidades habitacionais em fase final de projeto ou em fase de aprova√ß√£o: Estrad√£o – Areia Branca (896 unidades) e Caneleira V ‚Äď fase 1 (152 unidades). E, sob responsabilidade da CDHU, est√£o em constru√ß√£o o conjunto habitacional Santos R ‚Äď 2 e 3 (198 unidades).

Arrecadação: qual é o cenário de Santos neste sentido?

√Č um cen√°rio desafiador, mas estamos fazendo de tudo para garantir o equil√≠brio financeiro do Munic√≠pio. Mesmo com os efeitos negativos da pandemia, tivemos um crescimento da ordem de 13,9% em rela√ß√£o √† receita or√ßada para o exerc√≠cio de 2021. Isso nos d√° seguran√ßa para planejar a√ß√Ķes para a Cidade e manter a qualidade dos servi√ßos prestados aos santistas, investindo em infraestrutura urbana, educa√ß√£o, sa√ļde e outros setores de extrema import√Ęncia. A proposta de Or√ßamento para o munic√≠pio de Santos em 2022 √© de R$ 3,7 bilh√Ķes, distribu√≠dos em R$ 2,9 bilh√Ķes da Administra√ß√£o Direta, R$ 658 milh√Ķes da Administra√ß√£o Indireta e R$ 115,7 milh√Ķes da C√Ęmara Municipal. O incremento acima da infla√ß√£o (8,99% – ago/2020 a jul/2021 -) deve-se principalmente √† arrecada√ß√£o do ISSQN em atividades portu√°rias espec√≠ficas influenciada pela desvaloriza√ß√£o cambial, melhora da efici√™ncia de arrecada√ß√£o tribut√°ria do ICMS, opera√ß√Ķes de cr√©dito para investimento em infraestrutura, aquecimento do mercado imobili√°rio refletindo no ITBI, com impactos de aumento no FUNDEB e outras transfer√™ncias federais e estaduais. O ISS tem a maior previs√£o de arrecada√ß√£o dentre os impostos, seguido do IPTU e ICMS. Quanto a aplica√ß√£o dos recursos, a Sa√ļde √© a √°rea com mais recursos e ter√° R$ 786,7 milh√Ķes. Na sequ√™ncia est√° a Educa√ß√£o, com R$ 703,6 milh√Ķes. A √°rea social tem R$ 76,3 milh√Ķes previstos. Tamb√©m est√£o previstos R$ 357,3 milh√Ķes em investimentos (obras, reformas e constru√ß√£o de novas unidades e compra de materiais permanentes e equipamentos), o que corresponde a 12,09% do Or√ßamento da Administra√ß√£o Municipal Direta.

Covid-19: qual sua an√°lise sobre o comportamento dos santistas em rela√ß√£o √† doen√ßa. Falta conscientiza√ß√£o? Quais as a√ß√Ķes da cidade neste tema?

O santista foi excelente durante toda a pandemia. Tivemos exemplos de dedica√ß√£o incondicional por parte dos profissionais da Sa√ļde e o apoio da popula√ß√£o, que em sua maioria respeitou as normas sanit√°rias e as medidas mais r√≠gidas, e acertadas, como o lockdown. O santista aderiu em massa √† vacina√ß√£o, visto que hoje somos uma das cidades brasileiras que mais imunizou, com quase 100% do p√ļblico em idade vacinal com a segunda dose. Nosso esfor√ßo contra o v√≠rus e suas variantes, sempre com o di√°logo aberto e parceria com os governos estadual e federal, continua com a aplica√ß√£o da terceira dose, que vem sendo buscada pela popula√ß√£o, embora deva haver uma maior aten√ß√£o do p√ļblico quanto √†s datas para o complemento do ciclo vacinal. Tamb√©m demos in√≠cio √† imuniza√ß√£o das crian√ßas. Na pandemia, algo que nunca havia sido vivenciado por nossa gera√ß√£o, nos preparamos planejando e investindo em recursos. Ouvimos a ci√™ncia, abrimos leitos, contratamos pessoal, compramos insumos, testamos e vacinamos. Fomos r√≠gidos quando necess√°rio. Fico orgulhoso ao constatar que conseguimos prestar atendimento a todos. Ningu√©m ficou sem aten√ß√£o em Santos, uma cidade de car√°ter metropolitano tamb√©m na Sa√ļde, oferecendo aten√ß√£o aos munic√≠pios vizinhos. Agora, com o avan√ßo de uma nova onda da Covid, voltamos a ser r√≠gidos cancelando o espet√°culo de fogos do R√©veillon, shows de ver√£o e a programa√ß√£o carnavalesca. O momento √© de aten√ß√£o. Com o avan√ßo das s√≠ndromes gripais neste ver√£o, ampliamos os postos de testagem no munic√≠pio e monitoramos diariamente, as- sim como fizemos durante toda a pandemia, os n√ļmeros da doen√ßa, que √© imprevis√≠vel. Estamos prontos para tomar as a√ß√Ķes necess√°rias a qualquer momento.

Porto: existe a possibilidade de sair esse ano a privatização do Porto. Como a Prefeitura acompanha esse processo e como impactará a Cidade?

A Prefeitura de Santos mant√©m di√°logo constante com a Autoridade Portu√°ria e com o Governo Federal sobre os projetos previsto para o Porto de Santos. O que buscamos √© um equil√≠brio entre as a√ß√Ķes tomadas na √°rea portu√°ria, que √© federal, e seus impactos no cotidiano da Cidade. Al√©m da quest√£o da privatiza√ß√£o, temos discutido a possibilidade da transfer√™ncia do Terminal de Passageiros para o Valongo, o que traria enorme benef√≠cio para toda a regi√£o Central. A transfer√™ncia do Concais, Terminal Mar√≠timo de Passageiros Giusfredo Santini, tem apoio total da Prefeitura de Santos. O projeto √© conduzido pela Autoridade Portu√°ria e consta no PDZ (Plano de Desenvolvimento e Zoneamento) do Porto de Santos. A mudan√ßa de local vai aumentar a capacidade simult√Ęnea de atraca√ß√£o de navios, incluindo as embarca√ß√Ķes de maior porte, evitar√° conflitos entre embarque e desembarque de passageiros com as opera√ß√Ķes portu√°rias e se faz necess√°ria diante da possibilidade de instala√ß√£o de um terminal de fertilizantes pr√≥ximo √† atual √°rea do Concais. O novo local do terminal colocar√° √† disposi√ß√£o de passageiros e tripulantes toda a infraestrutura dos bairros centrais de Santos, entre eles o Valongo, que oferecem op√ß√Ķes de gastronomia, hotelaria, turismo, com√©rcio e servi√ßos. O Munic√≠pio oferece apoio t√©cnico ao projeto encabe√ßado pela Autoridade Portu√°ria, pois ajudar√° a impulsionar os neg√≥cios em uma das √°reas mais importantes de Santos, que abriga dois teatros hist√≥ricos, o Coliseu e o Guarany; a Bolsa do Caf√©; Museu Pel√©; eventos variados; e que j√° serviram de cen√°rio para in√ļmeras s√©ries de tev√™, cinema, comerciais e document√°rios.

Deixe uma mensagem aos santistas pela passagem do anivers√°rio da Cidade.

Quando assumi a Prefeitura em 2021, com o compromisso de dar continuidade ao trabalho que j√° vinha realizando com o meu amigo e ex-prefeito Paulo Alexandre Barbosa, de quem fui secret√°rio de Governo, tive o desafio de cuidar dos santistas frente a um v√≠rus que era praticamente desconhecido e imprevis√≠vel. Ao mesmo tempo, manter Santos crescendo em meio aos efeitos devastadores da pandemia. Foi uma tarefa √°rdua que desempenhei ao lado de toda a experiente equipe que comp√Ķe este governo. Com sensibilidade para ouvir as pessoas e a autoridade para tomar as medidas necess√°rias, embasadas n√£o s√≥ nos anseios da sociedade, mas na opini√£o de especialistas, conseguimos executar a√ß√Ķes importantes para o bem-estar da popula√ß√£o e para o desenvolvimento. Temos muito a conquistar neste 2022 de retomada consciente. Tenho certeza que este novo ano, que marca o Bicenten√°rio da Independ√™ncia do Brasil, cujo protagonista maior √© o santista e her√≥i nacional Jos√© Bonif√°cio de Andrada e Silva, trar√° muitas conquistas para todos. Vivemos em uma Cidade especial, que √© protagonista no Brasil por seu esp√≠rito cidad√£o, beleza e produtividade. Um lugar que, antes de tudo, √© constitu√≠do pela ess√™ncia dos que vivem nele, que somos todos n√≥s e aqueles que nos deixam seu importante legado de empreendedorismo e, acima de tudo, humanidade.

Foto: Divulgação