PUBLICIDADE

Santos / Cotidiano

Exposição de fotógrafo vítima da Covid marca retorno de atividades culturais em Santos

Da Redação

O talento e a arte do fotógrafo Anderson Bianchi marcam o retorno das atividades culturais da Secretaria de Cultura (Secult), no próximo dia 26 de outubro, às 19h, com a abertura da exposição ‘Empatia’, no Museu da Imagem e do Som de Santos (Avenida Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias).

A mostra apresenta um pequeno recorte dos quase 20 anos de carreira do profissional da Diretoria de Comunicação da Prefeitura de Santos, que morreu em julho deste ano, com apenas 49 anos, vítima da covid-19.
As imagens da exposição estavam guardadas em uma HD particular, que foi gentilmente emprestada pela família a fotógrafos que trabalharam com ele em diferentes fases de sua vida profissional. As fotos exibem diversas facetas de Bianchi, passando pelo fotojornalismo, fotografia artística e publicitária.

“O público terá a oportunidade de apreciar as imagens produzidas pelo Anderson pela ótica de seus colegas de pauta. Cada um, à sua maneira, procurou alguma referência, uma lembrança ou algo que imprimisse a personalidade dele”, comentou Davi Ribeiro, agente cultural da Secult e um dos curadores da exposição.

A mostra ‘Empatia’ ficará instalada no Miss até 5 de novembro, e poderá ser visitada gratuitamente de segunda a sexta-feira, das 10h às 18h. A abertura será restrita a familiares e convidados. O espaço cultural seguirá todos os protocolos de segurança sanitária exigidos pelo Plano SP, que incluem o uso obrigatório de máscara, redução da capacidade de público, disposição de álcool em gel para os visitantes, distanciamento entre as pessoas, entre outras ações.

Trajetória

Nascido em Santos, Anderson Bianchi tinha apenas 14 anos quando ingressou na Prefeitura Municipal, atuando como patrulheiro na gráfica e composição do Diário Oficial, na Prodesan. Após o encerramento das atividades da gráfica local, passou a trabalhar no Paço Municipal como arquivista, no então Departamento de Comunicação da Prefeitura.

 - REVISTA MAIS SANTOS

Incentivado pelos colegas de trabalho, entrou na faculdade de Jornalismo e formou-se em 2003 na Universidade Santa Cecília. Ao longo de quase duas décadas registrou o cotidiano de vários cantos de Santos.

Em sua trajetória profissional, Bianchi atuou também como editor de fotografia e no atendimento à imprensa da Prefeitura, além de contribuir com suas imagens para livros sobre o Teatro Guarani; Museu Vivo de Bondes; Santos, Caminhos da Memória, entre outros.

Fotos: Anderson Bianchi e Divulgação/PMS