PUBLICIDADE

Santos / Cotidiano

Nova Entrada de Santos: obras contra enchentes no Rio Saboó entram em nova etapa

Da Redação

As obras de combate às enchentes na Entrada de Santos seguem avançando. O serviço em andamento, no Rio Saboó, para ampliar em cinco vezes a capacidade de drenagem das águas da chuva e rios em direção ao estuário, entrou em nova etapa nesta semana.

Galerias duplas de drenagem formadas por aduelas de concreto (blocos pr√©-fabricados com que se encaixam formando grandes tubula√ß√Ķes) come√ßaram a ser implantadas sob as avenidas Eng. Augusto Barata/Ant√īnio Alves Freire (Avenida Portu√°ria), no bairro Porto Sabo√≥.

A obra consiste na construção de um canal de retenção e instalação de galerias e tubos sob a Avenida Portuária. E ainda na implantação de canal com cestos, grades e comportas junto à foz do rio, por onde seguem as águas das chuvas e nascentes do morro e do bairro Saboó.

Investimento

Na obra do Rio Sabo√≥, iniciada em outubro do ano passado e que tem prazo previsto de entrega de 12 meses, est√£o sendo empregados R$ 25 milh√Ķes. Os servi√ßos, a cargo do Terminal Ecoporto, s√£o fiscalizados pela Secretaria de Infraestrutura e Edifica√ß√Ķes.

Trata-se de cumprimento ao Plano Judicial de Compensa√ß√£o Coletiva firmado com a Justi√ßa e o Minist√©rio P√ļblico Federal, com anu√™ncia da Autoridade Portu√°ria e participa√ß√£o do Munic√≠pio.

Galerias com 126 aduelas

As aduelas medem 4m de largura por 2m de altura e 1m de comprimento. Um total de 126 peças vai compor as duas galerias paralelas, com extensão de 68m cada. Foram fabricadas para suportar o trem de carga ferroviário mais pesado definido para o Brasil. Isso permitirá que, a qualquer tempo, seja dado prosseguimento aos planos federais de implantar mais ramais ferroviários para os novos terminais portuários do Porto Saboó.

“O trabalho no trecho sobre as avenidas est√° previsto para ser iniciado em julho e levar√° um m√™s para ser conclu√≠do. As obras ser√£o executadas em conjunto com a implanta√ß√£o de duas linhas de tubos de a√ßo carbono, com di√Ęmetro de 2,60m cada”, informa o engenheiro M√°rcio Lara, gerente do Programa Santos Novos Tempos.
Os tubos servirão para o deságue da futura estação de bombeamento, a ser construída pela Prefeitura, dentro do Programa Santos Novos Tempos, com aprovação do Ministério do Desenvolvimento Regional.

Desassoreamento concluído

O desassoreamento do Rio Saboó está concluído. Os trabalhos foram realizados em área com largura na base de 26 metros e no topo de 47 metros, em uma extensão de 298 metros.

O trecho engloba a futura obra de bueiros triplos compostos por aduelas de concreto, que serão implantadas sob as linhas e pátio ferroviários e sob área de futuro alargamento, e a área onde atualmente começou a execução das galerias duplas com 126 aduelas.

Foto: Francisco Arrais/Divulgação PMS