PUBLICIDADE

Santos / Cotidiano

Outono começa com frente fria, mas será de calor acima da média em Santos

Para esta quarta-feira (20), não há previsão de chuva e o outono chegará trazendo uma temperatura de até 33°C. 

 

Foto: Carlos Nogueira / Prefeitura de Santos

Da redação

O outono começa nesta quarta-feira (20) e vem quase ao mesmo tempo da chegada de uma frente fria. Mas não se engane, a previsão para a estação é de dias quentes, com temperaturas acima da média, assim como no verão, que termina nesta terça-feira (19).

Segundo a previsão da Defesa Civil de Santos, para esta quarta-feira (20) não há previsão de chuva e o outono chegará trazendo uma temperatura de até 33°C, na cidade. Já o avanço de uma frente fria sobre a região causará mudança de tempo a partir da tarde da quinta-feira (21), espalhando instabilidades e pancadas de chuva também no decorrer da sexta-feira (22).

Mas, ainda de acordo com o órgão, a mudança no tempo é passageira, já que teremos dias quentes ainda no início da estação, entre março e abril, com temperaturas acima da média, em torno de 28°C. A tendência é de que, em alguns dias, possa passar de 30°C.

O El Niño, que atuou ao longo do verão e agora está perdendo força, deve terminar oficialmente entre os meses de abril e maio. O fenômeno responsável por causar o período quente com ondas de calor, como o recorde de temperatura em 13 de fevereiro, com 40,5°C, ainda influenciará o clima na nova estação.

Segundo a Defesa Civil de Santos, ainda não há uma tendência para o surgimento do fenômeno oposto ao El Niño, o La Niña, que consiste na diminuição da temperatura das superfícies da água no Oceano Pacífico. Após encerrado o El Niño, o que ocorre climatologicamente é o começo de uma fase de neutralidade, ou seja, sem os impactos de nenhum dos dois fenômenos, como explica o meteorologista da Defesa Civil de Santos, Franco Cassol.

“O El Niño é o aquecimento das águas do Oceano Pacífico, já causando uma influência no clima de todo o planeta. O La Niña é o contrário, ocorrendo o resfriamento das águas dessa área. Mas, para sair da temperatura aquecida até a resfriada ou vice-versa, a água tem que passar por uma fase neutra, ou seja, sem a interferência dos fenômenos”.

No período, é importante que as pessoas se hidratem, evitem praticar exercícios ao ar livre nos horários mais quentes (entre 10h e 16h) e o máximo que puder de exposição ao sol. Caso seja necessário, o uso do filtro solar deve ser reforçado. A Defesa Civil ainda recomenda cuidado redobrado para as pessoas mais vulneráveis, como idosos, crianças, gestantes ou que tenham algum tipo de comorbidade.

Já para os períodos de chuva, com ventos intensos e raios, é preciso ficar longe de áreas abertas como praias, campos e quadras de esportes descobertas devido ao risco de descargas elétricas (raios), não buscar a proteção embaixo de árvores e nem estar próximo a redes de energia elétrica. Além disso, nos momentos de chuvas torrenciais, o aconselhado é não andar em locais alagados ou inundados e atravessar ruas com enxurradas.