PUBLICIDADE

Santos / Cotidiano

Raphael Meirelles é eleito presidente da subseção Santos da OAB

Da Redação

Raphael Meirelles é o novo presidente da OAB-Santos. Ele foi o escolhido no pleito realizado nesta quinta-feira (25), cuja votação aconteceu no Castelinho, a sede da Câmara Municipal de Santos.

Ele comandará a subseção santista da Ordem dos Advogados do Brasil pelos próximos três anos (2022-2024). Representante da chapa Inova OAB, ele teve 1961 votos, contra 1712 votos de Marcelo Cruz (União com Experiência) e 122 de Ênio Pestana (Renova OAB). Ao todo, 6.766 inscritos na Subseção Santos estavam aptos para votar. Desse total, 4.451 compareceram.

Para o atual presidente, Rodrigo Julião, Meirelles teve atuação firme e transparente junto à Tesouraria. “Seu olhar humano e capacidade de gestão foram decisivos para a vida de advogadas e advogados de todas as idades. A escolha de Raphael garante a valorização da advocacia santista perante a sociedade”, afirmou.

Trajetória e planos

Raphael Meirelles é advogado militante desde 2005. Atualmente, exerce a função de Diretor Tesoureiro da OAB Santos do triênio 2019–2021. Ele também atuou na Comissão de Ética da OAB Santos (de 2010 a 2016), exercendo também a função de presidente. Coordenou a Comissão do Time de Futebol/Esportes da instituição (2007/2016).

O candidato da Chapa Inove OAB detalhou suas principais propostas: Comunica Mulher Advogada, um canal virtual específico para atendimento, em caso de descumprimento de prerrogativas em relação às mulheres advogadas, previstas no Art.7º-A, do Estatuto da OAB, em especial, a preferência na ordem de sustentações orais e realização de audiências; digitalizar todos os processos físicos da comarca de Santos; a criação da Comissão de Prerrogativas de Atendimentos Virtuais; Incubadora do Jovem Advogado, com apoio gerencial para que seja inserido no mercado de trabalho e estrutura de assessoramento em áreas chaves como contabilidade, formação de sociedade, gestão financeira, precificação, marketing, dentre outras; Inteligência de Dados Colaborativa – pela análise de dados disponíveis nos Portais de Transparência dos Tribunais, serão elaborados mapeamento e estudo da produtividade, gargalos e parâmetros, tanto do sistema, como de cada vara; implantar o processo digital interno da OAB Santos, no projeto OAB Sem Papel.

Sobre como amparar ainda melhor o advogado que tenha dificuldades com o mundo digital, a Chapa Inove OAB pretende prosseguir como o que já está sendo feito – são mais de 900 horas de informações on-line, via palestras, workshops e eventos, em diferentes áreas do Direito.

“A ideia é que a tecnologia alcance os jovens e os experientes integrantes da profissão, com os projetos Advocacia do Futuro – que prevê implantação de parcerias com empresas de tecnologia para que soluções digitais de automatização de processos sejam implementadas para os inscritos – e o C@D do Idoso, um Centro de Apoio Digital que é serviço referência da OAB Santos e que será criada estrutura destinada exclusivamente aos advogados idosos, com atendimento personalizado e exclusivo, facilitando ainda mais o peticionamento eletrônico, além da melhoria tecnológica e ampliação das Salas de Audiências Virtuais e Escritórios Compartilhados”, explica Raphael.

Para ampliar o conhecimento dos profissionais, a Chapa Inove OAB promete seguir privilegiando a democratização do acesso ao conhecimento jurídico, em especial, com a implantação da Biblioteca Virtual, com acervo digital que poderá ser acessado por advogados e estagiários inscritos na OAB Santos, e do Programa de Mentoria para o Jovem Advogado, com cursos de capacitação já no dia da entrega de Carteira. A continuidade da Revista Acadêmica Digital, para publicação de artigos acadêmicos, também está nos planos.

“A OAB Santos conta com mais de 80 comissões, nas mais diversas áreas do Direito. Todas, de forma democrática, tiveram o apoio em seus eventos e iniciativas. Durante a pandemia, o apoio continuou, dessa vez, online, na realização de eventos, muitos contando com a participação de profissionais no exterior, em mais de 900 horas de conhecimento”, afirma o candidato.

Meirelles diz acreditar em uma gestão participativa em todas as questões, incluindo as de gerações. E isso passa também pela representatividade da OAB Subseção Santos em relação ao Estado e ao País. “Na gestão de Rodrigo de 2013-2015, foi criado o Conselho Institucional, reunindo um grupo de advogados e advogadas de representatividade importante na Cidade, para avançar em questões que envolvessem a Advocacia santista e nossa região. Na gestão de 2019 – 2021, o mesmo grupo retornou com sua experiência e produziu, em 2019, documento exigindo a democratização das eleições para o Conselho Federal da OAB. Com a Inove OAB, o Conselho Institucional vai adiante com esse e outros projetos: são vozes importantes e que, pela nossa chapa, continuarão representando a coragem e a ética da Advocacia de nossa Cidade”, finaliza.