PUBLICIDADE

Santos / Polícia

Guardas Municipais de Santos começam a atuar com arma de fogo após capacitação

Da Redação

Setenta e sete guardas civis municipais j√° podem atuar portando arma de fogo pelas ruas de Santos. Trata-se da primeira turma de oficiais da corpora√ß√£o a utilizar pistolas semiautom√°ticas do modelo PT.380. A cerim√īnia de oficializa√ß√£o do porte aconteceu nesta quarta-feira (12), no Centro de Cultura Patr√≠cia Galv√£o (Teatro Municipal).

Segundo o secretário municipal de Segurança, Sérgio Del Bel, o uso do equipamento visa trazer mais segurança aos profissionais, que atendem a diversas ocorrências por toda a Cidade, das mais variadas naturezas. Todo o treinamento dos oficiais foi realizado em parceria com a Guarda Municipal do Guarujá.

“O porte de arma era uma reivindica√ß√£o antiga dos guardas, e justa a meu ver, pois eles precisavam aumentar a seguran√ßa pessoal e a de seus colegas. S√£o profissionais que trabalham 24 horas por dia, enfrentando os mais variados tipos de situa√ß√£o”, lembrou o secret√°rio.

Del Bel destacou que a principal arma dos profissionais n√£o √© o g√°s de pimenta, a tonfa, a defesa pessoal ou a arma de fogo, mas sim o equil√≠brio emocional para lidar com as pessoas e as situa√ß√Ķes de estresse. “Nossos profissionais j√° demonstraram esse preparo e capacidade”, completou.

Presente na cerim√īnia, o prefeito Rog√©rio Santos tamb√©m salientou a dedica√ß√£o da GCM durante o exerc√≠cio de suas atividades. O chefe do Executivo afirmou, ainda, que a Cidade continuar√° realizando investimentos em seguran√ßa p√ļblica.

“A Guarda Municipal √© o setor da Prefeitura que mais incorporou carga de trabalho nos √ļltimos tempos e nunca houve falta de esfor√ßo e dedica√ß√£o por parte desses profissionais. A GCM seguir√° sendo valorizada em Santos, com equipamentos novos e planos de carreira, at√© porque s√£o trabalhadores que demonstram afetividade, carinho e responsabilidade com a popula√ß√£o”, destacou o prefeito.

Dia histórico

O GCM Adelmar da Silva Filho √© um dos mais antigos da corpora√ß√£o. Atuando na Guarda h√° exatos 32 anos, ele lembra com saudosismo o in√≠cio dos seus trabalhos pelas ruas de Santos e crava essa nova etapa como um ‘dia hist√≥rico’.

“Lembro que h√° tr√™s d√©cadas iniciamos nossos trabalhos com apenas duas viaturas. E hoje √© um dia marcante e hist√≥rico, porque demonstra o qu√£o grande e profissional √© a GCM atualmente. Fico feliz de podermos trabalhar com ainda mais estrutura, oferecendo tamb√©m mais seguran√ßa √† popula√ß√£o”, ressaltou o profissional, que est√° na guarda santista desde 1990.

O evento também contou com a presença dos comandantes da GCM Marcelo Messias e Ronaldo Pereira, além de autoridades municipais do Guarujá.

Foto: Francisco Arrais/Divulgação Prefeitura Municipal de Santos