PUBLICIDADE

Santos / Sa√ļde

Vacinação contra sarampo e gripe segue em baixa em Santos

Da Redação

A ades√£o √†s campanhas de vacina√ß√£o contra sarampo e gripe segue baixa em Santos. Em rela√ß√£o ao sarampo, direcionada para crian√ßas de seis meses a menores de cinco anos de idade, a cobertura chegou a 23% desse p√ļblico, n√ļmero bem abaixo da meta de 95% estabelecida pelo Minist√©rio da Sa√ļde (MS).

O fim da mobiliza√ß√£o est√° previsto para 3 de junho e at√© o momento n√£o houve an√ļncio de prorroga√ß√£o por parte dos governos Federal e Estadual.

Santos segue com tr√™s casos suspeitos de sarampo em 2022, todos em investiga√ß√£o. √Č importante lembrar que a vacina √© destinada tamb√©m √†s crian√ßas com a carteirinha em dia, j√° que a dose oferecida na campanha serve como refor√ßo.

Os trabalhadores da sa√ļde que possuem esquema vacinal incompleto contra o sarampo tamb√©m podem se imunizar.

Gripe

A vacina√ß√£o contra a gripe tamb√©m tem baixa procura. Tendo a mesma meta de 95% para cada p√ļblico, apenas 7% das gestantes e pu√©rperas, 33% dos idosos (a partir dos 60 anos), 9% das crian√ßas (6 meses a menores de 5 anos) e 20% dos trabalhadores da sa√ļde procuraram os postos de vacina√ß√£o para se proteger.

Na √ļltima segunda-feira (9), Santos ampliou a vacina√ß√£o contra a gripe para pessoas com comorbidades, defici√™ncia e professores. A introdu√ß√£o do novo grupo acrescentou 134.295 pessoas √† campanha.

A partir do dia 16 de maio, profissionais das forças de segurança e salvamento, forças armadas, funcionários do sistema prisional, caminhoneiros, trabalhadores do transporte coletivo rodoviário de passageiros, portuários, população privada de liberdade e internos da Fundação Casa poderão aderir à campanha contra a gripe.

O imunizante da gripe protege contra os v√≠rus Influenza B, Influenza A H1N1 e A H3N2, esta √ļltima, a variante que mais circulou entre dezembro de 2021 e janeiro de 2022.

“A covid-19 nos mostrou o quanto as vacinas s√£o essenciais para o controle das doen√ßas. No caso do sarampo, por exemplo, a vacina√ß√£o em massa em anos anteriores proporcionou ao Brasil uma situa√ß√£o mais confort√°vel em 2016 e 2017 quando n√£o houve registro da doen√ßa em todo o territ√≥rio nacional. N√£o podemos baixar a guarda: as vacinas s√£o seguras e eficazes para diminuir a circula√ß√£o dos v√≠rus, al√©m de reduzir a ocorr√™ncia de casos graves e √≥bitos”, destaca o secret√°rio de Sa√ļde, Adriano Catapreta.

Documentos

Para se vacinar, é necessário apresentar documento com foto e comprovante de residência em Santos. Aos responsáveis por crianças, é recomendável a apresentação da carteira de vacinação para atualizar o calendário vacinal, caso esteja atrasado.

Imunossuprimidos ou pessoas com defici√™ncia devem apresentar laudo m√©dico ou receita comprovando a condi√ß√£o de sa√ļde. Gestantes precisam da carteira pr√©-natal e pu√©rperas, de documento que comprove a realiza√ß√£o do parto at√© 45 dias antes.

Professores necessitam comprovar o v√≠nculo ativo com institui√ß√£o de ensino e os trabalhadores da sa√ļde t√™m que apresentar documento de conselho de classe ou comprovante de v√≠nculo ativo com o servi√ßo de sa√ļde.

Foto: Arquivo