1.7 // ESPORTE3.3 // CINEMA

Cinema e bate-papo em Santos levantam discussão sobre as mulheres no futebol

Foto: Isabela Peasson/Divulgação

A participação das mulheres no futebol, seja como atletas, treinadoras, torcedoras, será tema de bate-papo e sessão de cinema no próximo dia 17, às 15h, em Santos, na Associação Cultural José Martí.

É mais uma edição do projeto “Cine Reflexão, encontro em que o audiovisual é o ponto de partida para o debate em torno de um tema de relevância social. O evento é aberto ao público em geral, e tem entrada gratuita.

Serão exibidos dois curtas-metragens: “Estrelas de Mariental”e “Mulheres do progresso: muito além da várzea”.

Em seguida, haverá bate-papo entre a plateia e duas profissionais do esporte e incentivadoras do futebol feminino no Brasil: as treinadoras Luana Paula e Daniele Mendes dos Santos.

Luana Paula coordena e dá aulas no Fut Delas, escola de futebol feminino para meninas e mulheres de todas as idades, e que funciona no Brasil Futebol Clube, na Aparecida, em Santos.

Entre outras experiências, Luana já foi preparadora física das Sereias da Vila, o time de futebol feminino do Santos Futebol Clube.

Daniele Mendes dos Santos, conhecida como Dani Mendes, é hoje treinadora em Brasília de uma franquia do Orlando City Soccer School, dos Estados Unidos. Ela também mantém, pelo facebook, o “Dani Pergunta” – espaço em que entrevistas personalidades do esporte, com ênfase, no futebol feminino.

Sobre os filmes

O documentário “Estrelas de Mariental” é um curta-metragem, de 12 minutos, e conta a história de um time de futebol feminino de uma escola estadual na colônia Mariental, no município da Lapa, distante 59 quilômetros a sudoeste de Curitiba. A equipe superou preconceitos, dificuldades materiais e projetou o nome da localidade, ao conquistar campeonatos.

O curta-metragem foi produzido em 2017, pelas próprias estudantes de Mariental, sob supervisão do “Lab Educine”, programa de cinema e educação da Universidade Estadual do Paraná (Unespar).

O documentário foi exibido no mesmo ano na abertura do Festival de Cinema da Lapa, um dos mais tradicionais do país. E, em junho último, na Mostra de Cinema de Ouro Preto, outro importante evento do audiovisual brasileiro.

O outro filme também é um documentário. “Mulheres do progresso: muito além da várzea” tem objetivo, segundo a sinopse,  de enaltecer a presença feminina no mundo da várzea. “O filme retrata a vida das personagens Marcia Piemonte, Sindy Rodrigues, Tianinha Santos e Sandra Aparecida Pereira, mulheres que vivem em diferentes comunidades de São Paulo e que têm em comum o amor e dedicação pelo futebol de várzea.”.

Lançado em fevereiro deste ano, entre outras exibições o curta-metragem foi apresentado no 1º Cine Foot, entre setembro e outubro, no Museu do Futebol, no Pacaembu, em São Paulo.

O “Cine Reflexão” é um projeto da Rede Macuco, canal de mídia alternativa e de eventos em cultura e comunicação, promovido em parceria com a Associação José Martí.

saiba antes via instagram @revistamaissantos