PUBLICIDADE

Brasil / Política

Bolsonaro detona Doria em ‘live’ e usa Baixada Santista como exemplo

Da Redação

O presidente Jair Bolsonaro, que descansa em Guaruj√° nesta virada de ano, fez uma transmiss√£o ao vivo na noite de quinta-feira (31) por seus canais nas redes sociais. Na ocasi√£o, fez duras cr√≠ticas ao governador de S√£o Paulo, Jo√£o Doria, pelas medidas restritivas que imp√īs no estado, usando algumas vezes a Baixada Santista como exemplo.

Bolsonaro entrou no assunto ao lamentar a decis√£o do Supremo Tribunal Federal de delegar a governadores e prefeitos o poder de implantar essas medidas. Logo em seguida, falou especificamente de Guaruj√°, que iniciou na quinta-feira o isolamento de suas praias para o Ano-Novo.

“A Pol√≠cia Militar recebeu ordem, s√≥ pode ser do governador Jo√£o Doria, pra tirar o pessoal da praia. Ent√£o, o pessoal sa√≠a da praia e ficava amontoado na pista. √Č uma irracionalidade”. Para o presidente, a praia contribui para a preven√ß√£o da Covid-19. “Uma maneira de voc√™ se blindar √© com vitamina D. E isso voc√™ pega com o sol”.

O chefe da na√ß√£o criticou novamente o governador por, segundo ele, dar ordens que n√£o podem ser cumpridas. “De Praia Grande a Peru√≠be s√£o 70 km de praia”, disse ele, referindo-se √† impossibilidade de fiscalizar uma faixa de areia t√£o extensa. Logo depois, falou sobre o preju√≠zo que medidas restritivas trazem para a economia, citando Praia Grande.

“Praia Grande √© uma cidade que vive, em grande parte, do turismo. E tem muita gente que tem im√≥vel na cidade, que o aluga na temporada. Se esse cara n√£o alugar, e o IPTU √© um pouco salgado em Praia Grande, n√£o tem como pagar, e vai faltar dinheiro na Prefeitura”, disse Bolsonaro, que ironizou a fase vermelha do plano de flexibiliza√ß√£o econ√īmica do governo paulista.

“Fecha 31 e 1¬ļ. U√©, dia 2 o v√≠rus t√° de f√©rias? √Č Ano-Novo? t√° em casa de ressaca? Bares e restaurantes fecham dias 31, 1¬ļ e 2. Pelo amor de Deus! O pessoal de bares e restaurantes foi um dos mais atingidos. Tem hotel que fechou as portas. Agora, as d√≠vidas, o IPTU, o prefeito n√£o anistiou. O governador tamb√©m n√£o anistiou os impostos estaduais”, declarou o presidente.

Bolsonaro finalizou o assunto batendo forte em Jo√£o Doria. “Tu √© um irrespons√°vel. At√© porque tu perdeu toda a credibilidade quando, por decreto fechou sp e foi passear em Miami. Tem que estar no meio do povo. Se bem que eu n√£o te recomendo, n√£o, porque tu vai se dar mal. Tu n√£o sabe o que √© povo. N√£o sabe o que √© sentir o cheiro do povo. Nunca entrou na casa de um pobre”.

Foto: Reprodução/Facebook