PUBLICIDADE

Brasil / Política

Doria refuta desistência e mantem pré-candidatura ao Palácio do Planalto

Da Redação

O futuro político de João Doria está confirmado. O governador de São Paulo, que havia sinalizado a desistência da corrida presidencial a interlocutores, anunciou, na tarde desta quinta-feira (30), que seguirá na disputa pelo Palácio do Planalto como candidato do PSDB. Ele deixa o Palácio dos Bandeirantes, e Rodrigo Garcia assume o comando estadual.

‚ÄúObrigado pela oportunidade de ter sido governador desse estado. Obrigado a todos voc√™s. Daqui para frente, nosso trabalho continua em S√£o Paulo, pelas m√£os de Rodrigo Garcia que, a partir do dia 2, ser√° governador de S√£o Paulo”, afirmou Doria.

Doria falou para um grande p√ļblico que compareceu no encerramento do Semin√°rio Municipalista realizado no Audit√≥rio Ulysses Guimar√£es, no Pal√°cio dos Bandeirantes. O evento contou com a presen√ßa de Rodrigo Garcia, o presidente da Alesp (Assembleia Legislativa do Estado), Carl√£o Pignatari, o prefeito da Capital, Ricardo Nunes, o presidente da C√Ęmara de S√£o Paulo, Milton Leite, al√©m de prefeitos e prefeitas de 619 munic√≠pios do estado.

O novo governador

Com a ren√ļncia de Doria, Rodrigo Garcia passa a ocupar o cargo como governador de S√£o Paulo. Garcia tamb√©m assumiu, al√©m do gabinete de vice-Governador na gest√£o Doria, o cargo de Secret√°rio de Governo. Ele foi respons√°vel por coordenar projetos, obras e servi√ßos de grande impacto. Liderou a articula√ß√£o estrat√©gica no desenvolvimento das pol√≠ticas p√ļblicas estaduais, dentre eles o Or√ßamento do Estado.

Com 47 anos, Rodrigo Garcia ocupou a cadeira de deputado federal por dois mandatos, de 2011 a 2018, e tr√™s vezes deputado estadual, tendo sido presidente da Assembleia Legislativa, entre 2005 e 2007. Foi secret√°rio nas pastas da Habita√ß√£o, de Desenvolvimento Econ√īmico e de Desenvolvimento Social e tamb√©m secret√°rio de Gest√£o da Prefeitura de S√£o Paulo.