PUBLICIDADE

Estado / São Paulo

Departamento Hidroviário de São Paulo inicia obras na travessia Cananéia/Continente

Da Redação

O Departamento Hidroviário inicia, nesta quinta-feira (01), as obras de melhorias nos flutuantes da Travessia Cananéia/Continente. Com investimentos de R$ 5,9 milhões, as estruturas dos atracadouros também serão substituídas. As obras trarão mais segurança e conforto aos usuários da travessia, no litoral sul.

“O DH tem realizado investimentos para melhorar ainda mais a capacidade das travessias litorâneas. Essa obra na travessia Cananéia/Continente vai aumentar significativamente a segurança dos nossos usuários”, afirma José Reis, diretor-geral do Departamento Hidroviário.

Um fator importante nessa obra é que as construções dos dois flutuantes e das duas pontes móveis serão realizadas no estaleiro na cidade do Guarujá.

Quando estiverem prontos, os flutuantes serão transferidos, pelo mar, até a travessia de Cananéia. A partir daí, inicia-se a etapa de instalação.

“Os elementos do atracadouro Cananéia/Continente serão fabricados e substituirão os existentes que se encontram deteriorados. Os novos atracadouros terão condições de segurança para a travessia,  permitindo tranquilidade à população “, informa Reis.

A previsão é que os trabalhos sejam concluídos em seis meses. Enquanto durar a obra, a travessia de pedestres e ciclistas pode ser feita através de barco auxiliar.

Outros investimentos

Em 2019, a Secretaria de Logística e Transportes iniciou um amplo trabalho de reforma e manutenção em todas as travessias litorâneas de São Paulo. Os investimentos garantiram uma melhora significativa no sistema, com atendimento mais ágil aos usuários. O programa já garantiu a reforma de onze embarcações, a compra de novos motores, a manutenção 24 horas e novos canais de informação em tempo real.

Com esses investimentos, as travessias litorâneas ganharam mais segurança e o tempo de espera para embarque caiu significativamente.

Concessão 

Em paralelo aos investimentos, o Governo de São Paulo trabalha na concessão das oito travessias litorâneas. A previsão é de investimentos de R$ 240 milhões. O foco é a melhoria do serviço aos usuários, por meio de investimentos em reabilitação e melhorias na capacidade das embarcações pelo parceiro privado.

“A concessão irá modernizar todo o sistema das travessias litorâneas, trazendo mais agilidade, segurança e conforto aos usuários”, afirma João Octaviano Machado Neto, secretário estadual de Logística e Transportes.

O projeto terá como critério de julgamento a menor tarifa sobre os valores aplicados aos pedestres e ciclistas, o que possibilitará até mesmo a redução do custo de trajetos atualmente tarifados. Ao mesmo tempo, o parceiro privado realizará investimentos que trarão benefícios diretos aos usuários, com um sistema moderno e infraestrutura de ponta. O prazo da concessão será de 30 anos.

Consulta pública

Está aberta até o dia 7 de julho, a consulta pública para receber sugestões para concessão dos serviços públicos de operação, manutenção e realização dos investimentos necessários para a exploração das travessias litorâneas. A previsão é que o processo de concessão seja concluído no segundo semestre.

As minutas do edital, contrato e anexos, bem como o regulamento e a forma de participação na Consulta Pública, encontram-se disponíveis no site da ARTESP (http://www.artesp.sp.gov.br, no menu TRANSPARÊNCIA > AUDIÊNCIAS E CONSULTAS PÚBLICAS).

Foto: