PUBLICIDADE

Estado / S√£o Paulo

Governo de SP anuncia que vacinar√° contra Covid-19 todos os anos

Da Agência Brasil

O Governo de S√£o Paulo anunciou nesta segunda-feira (19) que a partir de 17 de janeiro do ano que vem iniciar√° o ciclo de vacina√ß√£o anual contra o novo coronav√≠rus, assim como √© feito com a influenza. A data coincide com a mesma na qual foi iniciada a imuniza√ß√£o em 2021. O an√ļncio foi feito hoje durante a entrega de um lote de 1 milh√£o de doses da vacina CoronaVac, parte das 5 milh√Ķes previstas para o Programa Nacional de Imuniza√ß√Ķes (PNI).

O secret√°rio estadual de Sa√ļde, Jean Gorinchteyn, explicou que a continuidade da vacina√ß√£o contra a covid-19 anualmente trata-se n√£o de refor√ßo vacinal, de refazer a prote√ß√£o, o que j√° √© conhecido como prerrogativa de todos os v√≠rus respirat√≥rios. ‚ÄúPrecisamos fazer com que haja prote√ß√£o da popula√ß√£o de forma constante uma vez que, assim como o v√≠rus H1N1, da gripe, chegou para ficar e ainda est√° no nosso meio, o corona tamb√©m ficar√°. Como a formula√ß√£o da vacina permite associa√ß√£o de novas cepas √© capaz que tenhamos dentro de uma pr√≥xima vacina mais de um tipo de prote√ß√£o‚ÄĚ.

Segundo ele, n√£o h√° ainda nenhum estudo espec√≠fico para a aplica√ß√£o de terceira dose da CoronaVac neste momento a preocupa√ß√£o atual √© garantir a primeira e a segunda dose a todos os brasileiros. O governo espera ainda a autoriza√ß√£o da Ag√™ncia Nacional de Vigil√Ęncia Sanit√°ria (Anvisa) para a vacina√ß√£o de crian√ßas e adolescentes, com base em um estudo feito em pessoas de 3 a 17 anos. ‚ÄúForam feitos questionamentos e complementa√ß√Ķes pela Anvisa e acreditamos que at√© o final desta semana esses documentos j√° estejam dispon√≠veis para an√°lise da ag√™ncia”.

Gorinchteyn lembrou que estudos mostraram a efici√™ncia da CoronaVac contra a variante Delta, que surgiu na √ćndia e j√° circula no Brasil e refor√ßou que a partir de 2022, al√©m da libera√ß√£o para a produ√ß√£o completa do imunizante no pa√≠s, depois da transfer√™ncia de tecnologia da Sinovac para o Butantan, j√° ser√° poss√≠vel contar tamb√©m com a Butanvac, ap√≥s autoriza√ß√£o pela Anvisa.

Segundo o secret√°rio, os testes cl√≠nicos da Butanvac, iniciados em 9 de julho, na cidade de Ribeir√£o Preto, avaliar√£o em duas fases tanto a efic√°cia quanto a dosagem. ‚ÄúQuando em 17 semanas de estudos se consagrar a seguran√ßa efetividade pela Anvisa, imediatamente teremos 40 milh√Ķes de doses que ser√£o disponibilizadas para, inicialmente, o estado de S√£o Paulo e, √† medida que a produ√ß√£o aumentar, para todo o pa√≠s‚ÄĚ.

Doses entregues

A remessa entregue hoje pelo Instituto Butantan √© parte das 5 milh√Ķes de doses previstas para serem liberadas ao longo do m√™s de julho e j√° contemplam o segundo contrato firmado com o Minist√©rio da Sa√ļde, de 54 milh√Ķes de vacinas. O primeiro, de 46 milh√Ķes, foi cumprido no dia 12 de maio. Ao todo j√° foram entregues ao PNI, 56,149 milh√Ķes de doses desde 17 de janeiro.

Foto: Governo do Estado/Divulgação