PUBLICIDADE

Regi√£o / Economia

Procon Guarujá segue fiscalização nos postos de combustíveis

Da Redação

Segue até sexta-feira (17)  a operação do Procon junto aos postos de combustíveis de Guarujá. Um dos principais itens que vem sendo verificados foi a exposição dos preços dos combustíveis, que em alguns locais, o tamanho da informação do valor induz o consumidor ao erro. A medida visa identificar possíveis abusos praticados por esses estabelecimentos contra o consumidor. No primeiro dia (sexta, 10), cinco postos foram vistoriados.

Um deles recebeu auto de constatação por induzir os consumidores ao erro, na exposição do preço do combustível. No estabelecimento localizado na região da Enseada, os fiscais identificaram a apresentação do preço de maneira diferenciada: em tamanho maior o preço cobrado no aplicativo, e em menor proporção quase imperceptível, o valor atual praticado na bomba.

De acordo com o diretor do Procon Guaruj√°, Alexandre Cardoso, “essa diverg√™ncia de pre√ßo induz o consumidor ao erro, porque n√£o √© exibido de forma clara. Ele chega no posto para abastecer pensando que vai pagar por um pre√ßo menor, mas na hora de pagar leva um susto porque o pre√ßo na bomba √© outro e maior”.

Al√©m disso, os fiscais realizaram levantamento com rela√ß√£o ao valor praticado na Cidade. As informa√ß√Ķes ser√£o encaminhadas √† Funda√ß√£o Regional do Procon no Estado de S√£o Paulo.

O diretor do órgão lembra que o Procon Guarujá não pode interferir diretamente no preço do combustível. No entanto, os fiscais apuram se os comerciantes estão repassando ao consumidor aumento oriundo das distribuidoras ou se o reajuste é feito pelo próprio estabelecimento, sem justificativa aparente.

Foto: Helder Lima/PMG