PUBLICIDADE

1.0 - SANTOS

Gapa enfrenta dificuldades para manter sede e pede doa√ß√Ķes

Da Redação

H√° mais de um m√™s com o bazar de roupas, cal√ßados e acess√≥rios fechado, atendendo as orienta√ß√Ķes das autoridades sanit√°rias, em fun√ß√£o da pandemia provocada pela Covid-19, a dire√ß√£o do Grupo de Apoio √† Preven√ß√£o √† Aids da Baixada Santista – GAPA/BS, teme pela manuten√ß√£o da sede da entidade.

√Č do bazar que sai boa parte do custeio de rotina da sede, como contas de luz, √°gua, telefone, material de uso geral e tamb√©m do aluguel do im√≥vel, cujo valor foi negociado com o propriet√°rio, mas ainda assim a despesa mensal √© alta. “Estamos com nossas atividades suspensas, mas h√° trabalho interno e a entrega de cestas b√°sicas √†s fam√≠lias assistidas n√£o parou”, explica a presidente do GAPA, Nanci Alonso.

Por causa disso a institui√ß√£o est√° apelando para doa√ß√Ķes da comunidade, em meio ao per√≠odo de pandemia, de forma a manter o atendimento social. A pr√≥xima entrega de cestas b√°sicas aos pacientes cadastrados – referente ao m√™s de maio – foi antecipada para o pr√≥ximo dia 29, das 10 √†s 11h, na sede da Av. Epit√°cio Pessoa, 278, no Embar√©, em Santos.

Quem puder fazer doa√ß√Ķes em dinheiro (preservando o isolamento social), com dep√≥sitos de qualquer valor, deve encaminh√°-las exclusivamente √† conta da entidade no Banco do Brasil, ag√™ncia 3021x, conta corrente 1289-0. O GAPA alerta que ningu√©m est√° autorizado a recolher dinheiro em nome da institui√ß√£o.

Foto: Divulgação