PUBLICIDADE

Santos / Festas Populares

Emoção toma conta da passarela, na volta do carnaval santista

Os desfiles começaram pelo Grupo de Acesso, seguido pelo Grupo Especial 

 

Foto: Divulgação / Prefeitura de Santos

Por Vinícius Farias

O Carnaval santista voltou ontem, em grande estilo, numa noite emocionante que foi das 20h, at√© 05h da manh√£. Foram mais de mil dias entre a √ļltima comemora√ß√£o e a volta dela, Antes do reencontro oficial, o aperitivo ficou por conta da passagem da Corte Carnavalesca e a nomina√ß√£o da sala em homenagem √† Michelle Mibow, bailarina e core√≥grafa, destaque do Carnaval, que morreu em novembro do ano passado.

Foto: Divulgação / Prefeitura de Santos

Grupo de Acesso

Ap√≥s a Corte Carnavalesca, a festa ficou por conta dos desfiles, come√ßando com o Grupo de Acesso. Drag√Ķes do Castelo foi a equipe que se apresentou primeiro, com enredo escrito por Abra√£o Santos, Felipe Lima, Marcus Lopes, Gabriel Nunes, Iuri Santos, Duda e Cezynha 7 Cordas, que falava sobre o tempo.

Foto: Divulgação / Prefeitura de Santos

A segunda escola a pisar na Passarela do Samba Dr√°uzio da Cruz, √†s ¬†21h18¬†, foi a Unidos da Zona Noroeste. Com o enredo ‚ÄėMeu Galo pede respeito e diz n√£o √† intoler√Ęncia e ao preconceito‚ÄĚ.

Foto: Divulgação / Prefeitura de Santos

A festa seguiu com a terceira escola, a Bandeirantes do Saboó. A inspiração foi a luta contra a pandemia. A agremiação se apresentou com 400 componentes, dez alas, um carro alegórico e um quadripé. O samba-enredo teve composição assinada por Ademarzinho do Cavaco, Michel Mich e Toninho 44.

Foto: Divulgação / Prefeitura de Santos

A √ļltima agremia√ß√£o do Grupo de Acesso foi a Vila Mathias, que chamou aten√ß√£o com seu carro, que continha a frase, ‚ÄúQuem me protege n√£o dorme‚ÄĚ. Alusiva √† for√ßa da f√©, a letra fez refer√™ncias a nomes como Iemanj√°, Oxum e Xang√ī, bem como destacou a magia em torno das for√ßas divinas.

Foto: Divulgação / Prefeitura de Santos

Grupo Especial

Iniciando o Grupo Especial, temos Z√© Carioca, representando a escola Brasil e levando a folia para a passarela Drauzio da Cruz, ap√≥s a meia noite. Com o enredo ‚ÄėMeu nome √© Brasil, meu sobrenome √© vit√≥ria. Delirei, afinal √© carnaval!‚Äô. o samba fez refer√™ncia √† m√£e √Āfrica e √† Amaz√īnia. ¬†O Brasil se apresentou com 1.300 componentes, 13 alas, dois carros aleg√≥ricos e um quadrip√©.

Foto: Divulgação / Prefeitura de Santos

Com o tema do Futebol, chegando a passarela, veio a  Mocidade Amazonense, com homenagem ao esporte mais popular do planeta. Levando 1.000 integrantes, 17 alas e duas alegorias para o sambódromo santista. Entre os destaques da agremiação ficou a ala em homenagem à cantora Elis Regina, carregada por um azul cintilante e fantasias quadriculadas.

Foto: Divulgação / Prefeitura de Santos

Buscando seu vig√©simo t√≠tulo, a X-9 entrou na pista √†s 3h01 com o enredo ‚ÄėEu andarei vestido e armado com suas armas. Salve, Jorge‚Äô. Assinado pelo carnavalesco Amauri Santos. S√£o Jorge surgiu na passarela com uma lan√ßa matando o drag√£o, que ainda soltava fuma√ßa. O santo tamb√©m apareceu citado em outra ala, com os componentes erguendo a planta espada-de-s√£o-jorge.

Foto: Divulgação / Prefeitura de Santos

E para fechar os desfiles de sexta ‚Äď feira, a ca√ßula entre as escolas santistas, a agremia√ß√£o M√£os Entrela√ßadas, Fundada em 2008. a agremia√ß√£o do R√°dio Clube contagiou o p√ļblico com um refr√£o que falava sobre ‚Äėsambar at√© o amanhecer‚Äô. O int√©rprete Thiaguinho puxou o coro ao lado dos 1.000 componentes da escola, que estavam espalhados por 12 alas, levando o p√ļblico para ‚Äėuma viagem pelo c√©u, mar e terra‚Äô, como o pr√≥prio samba-enredo destacava.

Foto: Divulgação / Prefeitura de Santos

Segundo dia de desfile: 

No s√°bado, √ļltimo dia de desfiles do Carnaval Santista, desfilam as escolas do Grupo de Acesso: Padre Paulo, Imp√©rio da Vila e Imperatriz Alvinegra. Mais cinco escolas do Especial fecham o desfile: Sangue Jovem, Unidos dos Morros, Real Mocidade, Independ√™ncia e Uni√£o Imperial.

Apuração: 

A apuração do carnaval santista será na terça (dia 14), a partir do meio-dia, no Teatro Municipal.