PUBLICIDADE

Santos / Festas Populares

Na Baixada Santista, festejos de Carnaval estão suspensos; confira situação em cada cidade

Da Redação

Nas cidades da Região, a Folia de Momo, pelo segundo ano seguido, não ganhará as ruas.

Sem desfiles de escolas de samba ou bandas pelas ruas, o Carnaval – e os dias de folga – ganham diferentes caras pela Baixada Santista. Confira a situação nos municípios da Baixada Santista:

Santos

Devido ao aumento de casos de Covid-19 causado pela variante Ômicron, o desfile das escolas de samba, que seria realizado em fevereiro, foi adiado. A nova data do evento será decidida e anunciada em momento oportuno – ou seja, quando os indicadores da pandemia apontarem queda de casos e internações em decorrência da doença.

Assim como feito em todo o processo de preparação da festa popular pela Prefeitura de Santos e agremiações participantes, iniciado em outubro do ano passado, a decisão será tomada de acordo com as orientações das autoridades sanitárias e seguindo as exigências do Plano SP.

São Vicente

Em comemoração ao Carnaval, a Prefeitura de São Vicente em parceria com a Secretaria de Cultura, Esportes e Cidadania (Secec) organiza a exposição “A História do Carnaval da Primeira”, homenageando o carnaval vicentino.

A exposição fica aberta à visitação até 11 de março, sempre de segunda à sexta-feira, das 9 às 17 horas, no Paço Municipal (Rua Frei Gaspar, 384 – Centro).

O evento conta com banners de fotos homenageando desde os célebres bailes em clubes, os antigos desfiles de escolas de samba, até os principais blocos e bandas carnavalescas de São Vicente. Contudo, a Secretaria de Turismo (Setur) informa que eventos como shows e desfiles de blocos de Carnaval seguem suspensos.

Bertioga

A Prefeitura de Bertioga decidiu cancelar a realização do “Carnaval é + Família”. O anúncio foi feito em 11 de janeiro.

Guarujá

Este ano, a Administração Municipal decidiu pela não realização do Carnaval no Município. Por isso, não haverá desfiles de blocos, bandas e escolas de samba. A medida tem caráter preventivo, com o intuito de desestimular eventos capazes de gerar grandes aglomerações, em função da pandemia.

Os eventos particulares estão permitidos, porém, sujeitos ao regramento do Plano São Paulo, do Governo do Estado. Além disso, a Administração lembra que o passaporte vacinal é recomendado para o ingresso em estabelecimentos fechados, conforme decreto municipal.

Itanhaém

Durante o período de Carnaval, não serão realizados eventos públicos em alusão à data. Os pontos facultativos serão mantidos na segunda e terça-feira. Os eventos privados estão autorizados, desde que cumpram com os protocolos sanitários e as limitações de público.

Mongaguá

Em Mongaguá, o expediente ficará suspenso nas repartições públicas, nos dias 28 e 1º. Os serviços essenciais (como segurança, limpeza e pronto-atendimento da saúde) funcionarão de forma ininterrupta. A Cidade não realizará eventos.

Cubatão

Os pontos facultativos de Carnaval deste ano estão mantidos, conforme o decreto nº 11.590 de dezembro de 2021, publicado na edição 867 do Diário Oficial do Município.

Praia Grande

Apesar de não ser permitida a realização de bandas e blocos de Carnaval, a cidade ainda promove a Estação Verão Praia durante o feriado prolongado. O evento oferece arenas temáticas distribuídas pelas praias do município, todas com entrada gratuita.

Peruíbe

O Carnaval de 2022 foi cancelado e não haverá qualquer festividade pública promovida, realizada, organizada ou apoiada pela prefeitura.

Foto: Anderson Firmino/Arquivo