PUBLICIDADE

Brasil / Cotidiano

Dia das Crianças: vamos brincar?

Da Revista Mais Santos

“Aprender brincando é a forma mais prazerosa, portanto, mais eficaz de aprendizado”, explica a pediatra da Sociedade Brasileira de Pediatria Dra. Francielle Tosatti. “Isso porque experiências positivas ativam a memória de uma forma estrutural e proporcionam um aprendizado consolidado; daí, o papel tão primordial que os brinquedos educativos desempenham na infância”.

Para uma criança, conquistar uma nova habilidade brincando é uma experiência muito especial. “A sensação de superação, de conquista
e, ao mesmo tempo, a aplicabilidade dessa nova aquisição de forma natural são verdadeiros impulsionadores de desenvolvimento”, diz a pediatra. “O que a criança mais quer é pôr em prática aquilo que ela aprendeu a fazer”, completa.

A vida imita a arte ou a arte imita a vida? Para a pediatra, brincar é uma forma de arte, portanto, também pode surgir do movimento tão comum das crianças imitarem os pais. “Brincar de dona de casa, de mecânico, de médico, é imitar a vida adulta com a vantagem de ter a sua disposição uma ferramenta maravilhosa chamada imaginação, que não tem fronteiras, que não tem limites e que é de graça”.

Confira a matéria completa neste link

Foto: Reprodução