PUBLICIDADE

Brasil / Cotidiano

Governo de SP autua novamente Bolsonaro, três ministros e outras 12 autoridades por falta de máscara

Da Redação

O Governo do Estado de S√£o Paulo autuou nesta sexta-feira (25) novamente o Presidente Jair Bolsonaro e outras 15 autoridades do Executivo e Legislativo de Sorocaba, de SP e do Brasil por n√£o uso de m√°scara em evento realizado hoje no munic√≠pio de Sorocaba. Cada um deles recebeu autua√ß√£o de R$ 552,71 por descumprimento da legisla√ß√£o que determina o uso da prote√ß√£o facial em espa√ßos p√ļblicos.

Esta √© a segunda autua√ß√£o do m√™s, pelo mesmo motivo, que Bolsonaro recebe da Vigil√Ęncia Sanit√°ria estadual. A primeira ocorreu no dia 12 de junho, em manifesta√ß√£o iniciada na Capital, quando dez autoridades j√° tinham sido flagradas infringindo a lei estadual que determina o uso da prote√ß√£o facial e prev√™ multa em caso de descumprimento. Cinco delas repetiram a infra√ß√£o nesta sexta-feira (confira hist√≥rico e mais informa√ß√Ķes abaixo).

Entre as demais autoridades federais autuadas est√£o os Ministros da Ci√™ncia e Tecnologia, Marcos Pontes; das Comunica√ß√Ķes, F√°bio Faria; e da Agricultura, Pecu√°ria e Abastecimento, Tereza Cristina. J√° os parlamentares incluem o senador Luis Carlos Heinze e os deputados federais Eduardo Bolsonaro, Carla Zambelli, Caroline De Toni e Guilherme Muraro Derrite. O Diretor Presidente do CEAGESP, Ricardo Mello Ara√ļjo, tamb√©m integrava o grupo.

Da esfera estadual, participavam do evento sem m√°scaras os deputados Gil Diniz, Frederico D’√Āvila, Danilo Balas. J√° no √Ęmbito do munic√≠pio de Sorocaba, os infratores inclu√≠ram o Secret√°rio Municipal de Sa√ļde de Sorocaba, Vinicius Rodrigues, e o vereador sorocabano Vinicius Aith. Outro vereador autuado foi Paulo Eduardo Lopes, conhecido como “Paulo Chuchu”, de S√£o Bernardo do Campo.

Os autos serão enviados via Correios para cada um e descrevem as normas previstas na lei, citando a necessidade da manutenção das medidas preventivas já conhecidas e preconizadas pelas autoridades sanitárias nacionais e internacionais, como uso de máscara e distanciamento social.

O uso de m√°scaras √© obrigat√≥rio no Estado de S√£o Paulo desde maio de 2020, conforme Decreto n¬ļ 64.959 e resolu√ß√£o SS 96.

Histórico

No dia 12 de junho, a Vigil√Ęncia Sanit√°ria do Estado de S√£o Paulo j√° havia autuado dez autoridades incluindo o pr√≥prio Bolsonaro, o filho Eduardo, al√©m do Ministro Marcos Pontes e os deputados Carla Zambelli e Gil Diniz. Os reincidentes foram autuados novamente e est√£o sujeitos √† multa no mesmo valor de R$ 552,71. O prazo para apresenta√ß√£o de recurso das primeiras autua√ß√Ķes se esgota na pr√≥xima semana e, se isto n√£o ocorrer, a multa ser√° aplicada individualmente.

O mesmo se aplica às outras cinco autoridades autuadas nessa mesma ocasião: ex-Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes, e os deputados federais Cezinha de Madureira, Coronel Tadeu e Hélio Lopes.

foto: Reprodução/TV