PUBLICIDADE

Brasil / Cotidiano

Ministros dizem que população será vacinada até o final do ano

Da Agência Brasil

Os ministros da Sa√ļde, Marcelo Queiroga, e da Economia, Paulo Guedes, disseram hoje (31) que o Brasil ter√° toda sua popula√ß√£o vacinada at√© o final do ano. A fala foi feita por Queiroga e confirmada por Guedes em videoconfer√™ncia, durante o F√≥rum de Investimentos Brasil 2021 ‚Äď evento organizado pela Apex-Brasil, pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento e pelo governo federal, voltado a investidores estrangeiros.

‚ÄúComo disse o ministro Queiroga, a vacina√ß√£o em massa √© a principal pol√≠tica econ√īmica que podemos fazer por agora‚ÄĚ, disse Guedes ao reafirmar a inten√ß√£o do governo em garantir o retorno seguro dos trabalhadores brasileiros ao ambiente de trabalho. ‚ÄúN√£o faltar√£o recursos para [a importa√ß√£o e a produ√ß√£o de] vacinas‚ÄĚ, garantiu o ministro da Economia.

Momentos antes, Queiroga disse ter ‚Äúcerteza de que at√© o fim do ano vamos conseguir imunizar todos os cidad√£os‚ÄĚ, e apontou como prioridade de sua pasta dar celeridade √† campanha de vacina√ß√£o e o refor√ßo de medidas sanit√°rias. Ele acrescentou que a vacina√ß√£o contribuir√° para o crescimento da economia brasileira, e que, para cada 10% da popula√ß√£o vacinada projeta-se um crescimento de 0,13 ponto porcentual para a economia do pa√≠s.

Ambiente econ√īmico

Em seu discurso, o ministro Paulo Guedes corroborou com as declara√ß√Ķes do ministro da Sa√ļde, no que se refere √† correla√ß√£o entre vacina√ß√£o e melhora do ambiente econ√īmico, e disse estar otimista com os resultados que o pa√≠s vem apresentando em termos de receita.

Segundo ele, a expectativa √© de que a economia tenha crescimento superior aos 3,5% projetados para este ano. Ainda de acordo com o ministro, os recordes de receita que v√™m sendo registrados ‚Äúdemonstram o vigor da recupera√ß√£o econ√īmica‚ÄĚ do pa√≠s.

Guedes listou algumas medidas adotadas pelo governo, no sentido de garantir ‚Äúemprego e prote√ß√£o aos mais vulner√°veis‚ÄĚ, o que, segundo ele, possibilitou a manuten√ß√£o de 11 milh√Ķes de empregos formais.

Foto: Hélia Scheppa/SEI