PUBLICIDADE

Brasil / Cotidiano

Primeiro caso de Covid-19 no Brasil completa um ano nesta sexta-feira (26)

Da Redação e da Agência Brasil

O primeiro caso de Covid-19 no Brasil completa um ano nesta sexta-feira (26). De lá para cá, o país totaliza mais de 10 milhões de contaminações, com 9 milhões de recuperados e 251 mil mortos.

No dia 26 de fevereiro de 2020, o Ministério da Saúde confirmou o primeiro caso. Tratava-se de um homem de 61 anos, morador da cidade de São Paulo, que esteve na Itália entre os dias 9 e 21 de fevereiro. Ao retornar da viagem, ele apresentou os sinais e sintomas compatíveis com a doença (febre, tosse seca, dor de garganta e coriza).

A essa altura, a Europa já registrava centenas de casos de Covid-19. A declaração de transmissão comunitária no país veio em março, mês em que também foi registrada a primeira morte pela doença.

No Brasil, o combate à pandemia foi marcado pela falta de ações alinhadas  entre as autoridades. O governo federal adotava medidas para mitigar o efeito da doença na economia, como linhas de crédito para as empresas e o auxílio emergencial, direcionado à população mais vulnerável. Por outro lado, mostrava-se contrário à quarentena, incentivada por vários governadores.

Ainda em 2020, estudos sobre a vacina contra a Covid-19 avançaram e tornaram real a possibilidade de imunizar a população. Em janeiro deste ano, o Brasil começou a vacinar grupos prioritários, após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovar o uso emergencial da CoronaVac e da vacina de Oxford.

Com casos ainda em alta e vacinação em andamento, no início deste ano, vários estados decretaram toques de recolher para tentar conter o avanço da doença. E o carnaval foi cancelado para evitar aglomerações.

Até a noite de quinta-feira (25), foram registrados no Brasil, de acordo com o consórcio de imprensa, 10.393.886 casos confirmados, com 9.264.696 pessoas consideradas recuperadas.

Foram contabilizadas 251.661 mortes desde o início da pandemia. Na quinta-feira o país bateu o recorde de óbitos registrados em 24 horas: 1.582. Já o número de vacinados em todo o Brasil é de 6.338.137.

Na Baixada Santista, foram registrados até a noite de quinta 102.660 casos, 88.417 pessoas consideradas recuperadas e 3.245 mortes.  De acordo com o governo de São Paulo, 84.316 pessoas foram vacinadas na região.

Foto da capa: Reuters