PUBLICIDADE

Região / Educação

Pesquisador de universidade brasileira tem matéria publicada no portal da UNAI-ONU

Da Redação

“Como a Tecnologia de Informa√ß√£o e Comunica√ß√£o (TIC) pode auxiliar a gest√£o p√ļblica das cidades na resolu√ß√£o de crises como, por exemplo, a da Covid-19?”. Essa √© a quest√£o que o professor Celso Machado Jr., do curso de Ci√™ncias Biol√≥gicas da Universidade Paulista (UNIP), em parceria com pesquisadores da Universidade de S√£o Paulo e a Universidade Municipal de S√£o Caetano do Sul, procura responder na pesquisa ‚ÄúEngajamento Digital das cidades‚ÄĚ.

 - REVISTA MAIS SANTOS

Com foco na pandemia do novo coronav√≠rus, o estudo √© rico em detalhes que mostram a necessidade de utilizar as tecnologias inteligentes. A obten√ß√£o de dados em tempo real permite √† gest√£o urbana ser prescritiva, antecipar crises e identificar oportunidades para o desenvolvimento de pol√≠ticas e a√ß√Ķes p√ļblicas.

A pesquisa chamou a aten√ß√£o da United Nations Academic Impact (UNAI) ‚Äď programa da Divis√£o de Extens√£o do Departamento de Comunica√ß√Ķes Globais das Na√ß√Ķes Unidas (ONU), da qual a UNIP √© membro desde 2019 ‚Äď e foi destaque em mat√©ria na p√°gina oficial da institui√ß√£o.

A reportagem mostrou que o combate √† vulnerabilidade da popula√ß√£o associado √†s medidas sanit√°rias depende da tecnologia digital, que traz dados que mostram, por exemplo, casos confirmados de Covid-19. Mais ainda: mostrou que o uso da tecnologia melhora a gest√£o p√ļblica, eleva a qualidade de vida das pessoas e fomenta a sustentabilidade.

Para chegar a esta conclus√£o, os pesquisadores analisaram uma ampla gama de vari√°veis ambientais, sociais e econ√īmicas em cidades sustent√°veis e resilientes no contexto da pandemia.

‚ÄúO avan√ßo das TICs est√° trazendo mudan√ßas que se expandiram nos processos de planejamento e gest√£o das cidades. Agora, essas tecnologias redefiniram como entendemos os centros urbanos e como podemos lidar melhor com crises como esta. O engajamento digital orientado por dados tem o potencial de habilitar e melhorar a governan√ßa urbana e a sustentabilidade das cidades‚ÄĚ, explica Machado J√ļnior.

UNIP na UNAI

Em 2019, a Universidade Paulista ‚Äď UNIP tornou-se membro da United Nations Academic Impact (UNAI). O projeto faz parceria com institui√ß√Ķes de ensino superior que contribuem com pesquisas, visando realizar as metas humanistas da ONU.

A UNIP promove esses princ√≠pios nos seus 27 campi, localizados em S√£o Paulo (capital e interior do Estado), Goi√Ęnia, Bras√≠lia e Manaus, bem como em comunidades locais envolvendo professores, alunos e funcion√°rios. Para isso, realiza uma nova atividade a cada ano que aborde ativamente um dos dez princ√≠pios b√°sicos definidos pela associa√ß√£o internacional.

A UNAI conta com mais de mil associados em uma centena de pa√≠ses. No Brasil, √† √©poca, 31 institui√ß√Ķes foram selecionadas para participar do grupo. A inscri√ß√£o da UNIP, que conquistou a resposta positiva para filia√ß√£o no √≥rg√£o, foi uma iniciativa da coordenadora-geral do curso de Ci√™ncias Biol√≥gicas, Profa. Dra. Cristiane Jaciara Furlaneto, com o apoio da Vice-Reitoria de P√≥s-Gradua√ß√£o e Pesquisa.

Imagem: fancycrave1/Pixabay