PUBLICIDADE

Brasil / Cotidiano

ANS aprova incorpora√ß√£o de seis terapias contra c√Ęncer em rol de planos

Da Agência Brasil

A Ag√™ncia Nacional de Sa√ļde Suplementar (ANS) aprovou nessa segunda-feira (30) a inclus√£o de seis terapias orais contra o c√Ęncer no rol de procedimentos de cobertura obrigat√≥ria para os planos de sa√ļde. Com isso, as operadoras ter√£o prazo de at√© dez dias para come√ßar a oferecer os tratamentos a seus benefici√°rios.

As terapias envolvem quatro medicamentos. O acalabrutinibe poder√° ser usado em tr√™s procedimentos: para tratamento de pacientes adultos com leucemia linfoc√≠tica cr√īnica (LLC), em primeira linha de tratamento; para adultos com LLC recidivada ou refrat√°ria; e para adultos com linfoma de c√©lulas do manto (LCM) que receberam pelo menos uma terapia anterior.

Al√©m disso, foram inclu√≠das terapias com os medicamentos apalutamida e enzalutamida, ambos para tratamento de pacientes com c√Ęncer de pr√≥stata metast√°tico sens√≠vel √† castra√ß√£o (CPSCm), e lorlatinibe, para o tratamento de pacientes com c√Ęncer de pulm√£o n√£o pequenas c√©lulas (CPNPC), localmente avan√ßado ou metast√°tico que seja positivo para quinase de linfoma anapl√°sico (ALK), em primeira linha.

Segundo a ANS, o rol de procedimentos inclui mais de 3 mil tecnologias em sa√ļde, que t√™m cobertura obrigat√≥ria para os planos de sa√ļde regulamentados, ou seja, contratados ap√≥s 2 de janeiro de 1999 ou adaptados √† Lei 9.656/98.

Foto: Marcelo Casal Jr./Agência Brasil